Tops

5 jogos da década de 1990 para apresentar as crianças de hoje (sem contar Mario e Sonic)

Já que toda lista repete os mesmos jogos, procuramos fazê-la um pouco diferente

Em outubro comemoramos o mês das crianças, então nada mais justo que lembrar de alguns jogos que marcaram a nossa infância e pode ser bastante divertido para os ultra-jovens atuais. Afinal, quando um game é clássico, ele se torna atemporal e divertido em qualquer época. No entanto, como todas as listas do gênero exploram os clássicos como Mario, Sonic, Pokémon e Donkey Kong, nós da Gamehall resolvemos inovar e selecionar alguns jogos menos óbvios.

Crianças que morfam! Mighty Morphin Power Rangers: The Movie (SNES)

Em geral, os jogos de Power Rangers dessa época são todos bons, mas se tivermos que eleger um que marcou uma geração e que pode ser muito divertido para a garotada de hoje, é o Mighty Morphin Power Rangers: The Movie para o Super Nintendo.

Esse é um jogo de beat´em´up em que você deve chegar ao fim da fase derrotando inimigos e se transformando ao longo da fase. Com vários personagens jogáveis, uma boa trilha sonora, gráficos legais para o Super Nintendo, e um nível de dificuldade na medida certa, MMPR:The Movie é uma ótima pedida.

Crianças que correm! Tiny Toon: Buster Hidden Treasure Adventure (Mega Drive)

Disse que não ia colocar os “jogos óbvios” aqui nesta lista, mas este aqui é praticamente um Sonic the Hedgehog, mas no universo dos Tiny Toons. O Perninha corre em alta velocidade, e você deve correr e pular em fases malucas, com direito a molas e vários caminhos alternativos. Um clássico da Konami que mistura o melhor do Sonic com o melhor do Tiny Toon.

Ultra-jovens que viam desenhos no Disney Cruj Hercules (PlayStation 1)

Qualquer jogo da Disney dos anos 90 é certeza de um game de qualidade, já que a marca sempre foi muito cuidadosa com seus produtos e, muito raramente, falhava (apesar de elas existirem). Para representar o PlayStation, escolhemos o jogo do Hercules, que apesar de ter dividido a opinião dos críticos na época, acabou marcando uma geração de gamers. Ele é basicamente um jogo de plataforma tradicional com jogabilidade 2D, mas com gráficos tridimensionais, com cenas em vídeo e sendo um título bastante competente. Vale a pena a conferida.

Crianças mais fofas: Banjo Kazooie (Nintendo 64)

Desenvolvido pela Rare para ser uma espécie de mascote de mascote, o Banjo-Kazooie é um jogo de plataforma que “bebe” da fórmula de Mario 64, onde você deve explorar mundos não lineares, resolver enigmas e completar objetivos. Com bons gráficos ara o console, um level design bem planejado, e recebendo vários prêmios, este é mais um game que as crianças de hoje devem dar uma conferida.

Ultra-jovens inteligentes! A Pantera Cor-De-Rosa Passaporte para o Perigo (PC)

Este jogo da Pantera Cor-de-Rosa foi lançado em 1996 e é do gênero “aponte e clique” que é uma verdadeira aula de geografia e que, infelizmente, passa despercebido por muita gente. Com dublagem em português, o game tem um nível de dificuldade na medida certa, não subestimando a inteligência das crianças, tem visuais “de ponta” e é excelente em todos os pontos. Vale a conferida!

Artigos relacionados