Tops

5 jogos que arruinaram (ou quase) uma série bem sucedida

Toda série tem sua "ovelha negra"

Errar faz parte da vida e todos nós falhamos ou falharemos, e isso também acontece com os games. Toda série longeva tem seu game que decepcionou e alguns foram responsáveis por “enterrar” de vez uma franquia bem sucedida ou quase isso. Pensando nisso, hoje selecionamos 5 jogos que arruinaram (ou quase) uma série.

5 – Dino Crisis 3 (Xbox Clássico)

Depois de dois jogos muito bem sucedidos no primeiro PlayStation, o terceiro game foi lançado para o primeiro Xbox em 2003 e “enterrou” a franquia. Além de não ter nada a ver com os dois games anteriores, a câmera é muito ruim, a jogabilidade é confusa e os visuais estão muito longe do que o Xbox Clássico podia proporcionar. Fora que se passa no espaço e conta com outros personagens. Não tem nada a ver com nada e foi um dos desses games que arruinaram uma franquia.

4 – Earthworm Jim 3D (Nintendo 64)

Muitos games não tiveram uma boa transição do mundo 2D para o 3D, e o Earthworm Jim é um desses casos. Apesar de não ser um completo desastre, ele tem sérios problemas de câmera, visuais pobres, uma jogabilidade apenas “funcional” e muitos diálogos que tornam a experiência chata. Nesse caso, é melhor ficar com a série 2D mesmo.

3 – Sonic 2006 (PS3, Xbox 360)

Dispensando apresentações, o Sonic 2006 gerou um hype gigantesco e foi uma massiva decepção pra todo mundo. Lançado as pressas, o game foi lançado cheio de bugs, problemas de câmera, loading inexplicáveis, uma história cafoníssima com o Sonic e a Elise. É verdade que ele não “enterrou” a série Sonic, já que a SEGA conseguiu recuperar, mas foi um baita “baque” para a imagem do azulão e, durante muitos anos, os gamers passaram a questionar se a série ainda era boa.

2 – Bubsy 3D (PS1)

Os jogos em 2D do Bubsy prometeram muito e entregaram pouco, mas ficaram na memória afetiva de muita gente. No entanto, o Bubsy 3D se supera em ser um dos piores jogos já produzidos na história, sem medo de exagerar. Tudo é ruim: os gráficos são horríveis, a trilha sonora idem, os controles não funcionam direito também, o framerate idem. Parece um jogo feito por uma pessoa amadora e é, mais uma vez sem medo de exagerar, nota 0.

1 – Banjo-Kazooie: Nuts and Bolts (Xbox 360)

Esse não chega a ser ruim, mas foi uma grande decepção por não alcançar o nível de excelência dos dois games de Banjo-Kazooie lançados para o Nintendo 64. Ele tentou inovar ao trazer um gameplay onde você construía seus veículos, mas acaba sendo uma experiência repetitiva e um pouco complexa demais para um jogo do Banjo, quebrando o ritmo da aventura, além de que as missões também são genéricas e parece pouco inspiradas. Um game mediano, mas um desses que arruinaram uma série.