r7Tops

5 remakes de games clássicos que deixaram a desejar

Nem sempre são ruins, mas podiam ter sido melhores!

Os remakes estão em todos os lugares e eles são excelentes em diversos níveis. Primeiro que eles dão as novas gerações a oportunidade de conhecerem um game clássico, enquanto os mais antigos ficam felizes em ver aquele jogo que marcou toda uma geração ser repaginado.

No entanto, é necessário tomar cuidado, já que nem sempre as mudanças são bem-vindas, e manter sistemas que funcionavam anos antes pode soar bem defasado hoje em dia. Às vezes um trabalho mal feito deixa uma sensação de que o game podia ser melhor. Por essa razão, hoje exploraremos cinco remakes que deixaram a desejar.

1 – Secret of Mana

Clássico do Super Nintendo lançado originalmente em 1993, o remake de 2018 tem visuais que deixam muito a desejar, evidenciando o baixo orçamento do mesmo, além de que a trilha sonora não ficou tão boa quanto a original, descaracterizando-a que, somado aos bugs, deixam o título longe do ideal. Pelo menos dessa vez há uma dublagem, sendo esta uma decisão acertada. Não é um game ruim, mas deixou a desejar. Faltou capricho.

2 – Resident Evil 3

Outro game que não é ruim, mas que deixou a desejar pelo corte de muitos elementos do original e ter uma duração muito pequena, não atendendo as expectativas do público. A sensação que fica é que eles tentaram compensar o pouco conteúdo com um alto valor de produção, mas deixaram a experiência pobre. Assim como o Secret of Mana, ele não é ruim, mas deixou a desejar.

3 – Super Mario 64 DS

Um dos jogos mais influentes de todos os tempos recebeu um remake para Nintendo DS que amplia o jogo original, coloca mais personagens, dá uma “turbinada” nos gráficos e aproveita das funcionalidades da tela sensível ao toque do portátil. Se ele tem tudo isso, como ele está nessa lista? Pelo simples fato de que o DS tinha um controle direcional, que não combina em nada com essa aventura do bigodudo, sendo um detalhe que estraga boa parte da experiência. Talvez jogando no Nintendo 3DS, que é retrocompatível, haja uma experiência superior, mas definitivamente o D-PAD do DS original não combina com Super Mario 64.

4 – Mega Man X: Maverick Hunter

Lançado em 2005 para PSP como um remake do primeiro Mega Man X para Super Nintendo, o game não tem a fluidez do jogo original, a trilha sonora também é considerada inferior, e os visuais passam a sensação de que podiam ser melhores. É verdade que a dublagem ficou bem legal e revisitar este clássico é sempre bom, mas podia ter sido melhor.

5 – GoldenEye 007 – Reloaded

Lançado para em 2010 para vários consoles, o game é considerado um bom jogo de tiro, mas muito aquém do GoldenEye lançado para o Nintendo 64, e nem mesmo alcançando o nível de FPS contemporâneos. Problemas técnicos como framerate e bugs deixam ele longe do que podia ter sido, além de aparentar ser um game genérico. Não é ruim, mas mais uma vez, podia ser melhor.

Artigos relacionados