Share Button

Houve uma “era” no mundo dos games na qual os jogos de “navinha” eram o centro das atenções. Esses games, que brilharam nos arcades, movimentaram o mundo gamer por um tempo, oferecendo aventuras divertidas e altamente desafiadoras para os jogadores.

Assim, sabendo que os famosos “jogos de navinha” foram muito importantes na história dos games, resolvemos criar uma lista com sete jogos de “navinha” dos arcades que mereciam uma releitura. Pois é! Algumas aventuras foram tão marcantes que muitos iriam adorar “revisitar” essas odisseias épicas. Então, não deixe de conferir, pois nossa lista está emocionante. Vamos começar?

Prehistoric Isle in 1930 (1989)

Reprodução

Encabeçando a nossa lista, temos o épico Prehistoric Isle in 1930. Esse game de “navinha” tinha um padrão conhecido como “side-scrolling” e surpreendia por sua grande dificuldade e pelo seu grande enredo. A história do game girava em torno de uma expedição que havia sido enviada para uma ilha infestada por dinossauros.

No controle dos seus aviões, que eram equipados com um dispositivo extra que garantia tiros para todas as direções, os jogadores embarcavam em fases com cenários pré-históricos e diversos tipos de dinossauros a serem eliminados. O game não era nada fácil e, sem dúvidas, muitos ficaram frustrados ao longo das cinco fases. Uma releitura seria interessante por conta do cenário e da proposta do jogo. Certamente, seria uma aventura diferenciada para os dias de hoje.

Air Buster (1990)

Reprodução

Air Buster surgiu nos arcades em 1990 e conseguiu surpreender a todos por apresentar gráficos extremamente bonitos (para a época). O game possuía uma construção no estilo “side-scrolling” e também garantia um modo cooperativo muito divertido (mesmo que isso não fosse comum entre os jogos “side-scrolling”).

Podendo escolher entre duas naves e uma das sete opções de armas, os jogadores se deparavam com seis níveis altamente complicados. Aliás, em algumas fases, além da grande quantidade de inimigos, os cenários possuíam obstáculos, como túneis “se afunilando” enquanto a nave vinha em alta velocidade. Essas características deixariam a releitura do game completamente interessante.

R-Type Leo (1992)

Reprodução

R-Type Leo é mais um jogo de “navinha” do tipo “side-scrolling”. O game pertence à franquia R-Type, uma verdadeira lenda entre os jogos do gênero. Com uma proposta muito inteligente, na qual os seres humanos decidem criar um novo paraíso e acabam tendo que enfrentar sua criação, o game teria conteúdo de sobra para se tornar uma aventura envolvente e interessante nos dias de hoje.

O jogo também permitia o modo cooperativo e apresentava um sistema de armas muito curioso. A dificuldade era bastante alta, o que era um padrão dos jogos da época. Mesmo tendo apenas seis fases, R-Type Leo era uma aventura que exigia muito dos jogadores e conseguia deixá-los “engajados” por um bom tempo.

USAFF Mustang (1990)

Reprodução

Fugindo da proposta futurista que a maioria dos “jogos de navinha” da época possuíam, USAFF Mustang era um jogo que se passava na Segunda Guerra Mundial. Como destaque, tínhamos o avião P-51 Mustang, da Força Aérea dos Estados Unidos.

Nesse contexto, armados com bombas e tiros, os jogadores passavam por vários cenários da Europa e da Ásia, enquanto enfrentavam as forças da Luftwaffe (Alemanha) e do Serviço Aéreo da Marinha Imperial Japonesa. Os cenários eram muito bonitos e a dificuldade era enorme, especialmente na fase oito (a última), que reciclava os chefões de algumas fases anteriores. Com certeza, uma releitura dessas batalhas aéreas seria incrível.

Earth Defense Force (1991)

Reprodução

Continuando com a nossa lista de sete jogos de “navinha” que mereciam uma releitura, temos Earth Defense Force. Nesse game, nós tínhamos mais uma aventura futurista (no padrão “side-scrolling”), que colocava os jogadores diante de uma batalha pela sobrevivência. Afinal, a Terra estava sendo atacada por um império alienígena altamente poderoso.

Obviamente, a luta contra os alienígenas era bastante complicada. O jogo apresentava um sistema de “pontos de escudo” que garantia uma sobrevida para a nave. No entanto, garantir que os três pontos iniciais permanecessem intactos era um grande desafio. Em uma possível releitura, o jogo poderia ganhar um cenário futurista mais bem detalhado e um sistema de armas que otimizaria muitas mecânicas.

Vapor Trail: Hyper Offence Formation (1989)

Reprodução

Vapor Trail: Hyper Offence Formation difere dos outros títulos da nossa lista de jogos de navinha que mereciam uma releitura, pois ele apresenta uma construção com “visão de cima”. Isto é, os jogadores controlam a nave de uma posição superior e observam tudo o que se passa diante e abaixo deles.

Contando também com um excelente modo cooperativo, o game se passava no ano de 1999 e colocava o seu foco na luta contra uma organização terrorista que havia ocupado a cidade de Nova York (novamente, um belo enredo para uma boa releitura). Com três naves à disposição, os jogadores se deparavam com grades desafios, muita velocidade e chefes poderosíssimos.

Sonic Wings (1992)

Reprodução

Encerrando a nossa lista de jogos de “navinha” que mereciam uma releitura, apresentamos Aero Fighters, também conhecido como Sonic Wings (nome original no Japão). Essa aventura embalou muitas horas de diversão nos fliperamas do Brasil. Não à toa, uma releitura desse game seria muito bem recebida por aqui.

Composto por 8 fases distintas, Sonic Wings tinha uma construção com “visão de cima” e um excelente modo multiplayer. Aliás, o game contava com duplas que representavam quatro países distintos (EUA, Japão, Suécia e Reino Unido). Cada dupla possuía dois pilotos e, consequentemente, dois aviões diferentes. Enfim, esse foi um jogo marcante e altamente desafiador e muitos gostariam de “reviver” as emoções que Sonic Wings proporcionou.

Anos e anos de “jogos de navinha”

Como pôde perceber, a nossa lista de jogos de “navinha” que mereciam uma releitura tratou de apresentar os grandes destaques de uma época cheia de títulos dentro desse gênero. As opções eram tantas que, muito provavelmente, acabamos deixando outros destaques de fora.

Desse modo, contamos com a sua participação nos comentários e nos compartilhamentos, para relembrar outros games que poderiam ser incluídos nessa lista. Portanto, não deixe de participar e de nos ajudar a relembrar essa “era” tão marcante da história dos games.