Share Button

No último dia 22 de maio, a Microsoft decidiu impulsionar a utilização das contas Xbox Live Gold, fazendo uma promoção de adesão onde bastaria pagar R$ 2 pela mensalidade, permitindo que diversos jogadores que nunca haviam usado o serviço, pudessem fazê-lo e ver se valia a pena manter a assinatura.

Por incrível que pareça, ao invés de agradecerem a Microsoft por ter feito isso, uma parcela de consumidores brasileiros criticaram a empresa, dizendo que “fiéis assinantes” e usuários que haviam assinado o serviço em algum momento e depois cancelado não tinham benefícios parecidos.

A empresa então fez outra promoção, voltada para quem possui ou possuiu uma conta Xbox Live Gold. Bastava que você cadastrasse uma nota fiscal comprovando a assinatura para ganhar prêmios na hora, incluindo descontos em jogos, pacotes para seu avatar e novas assinaturas.

Infelizmente a multinacional norte-americana esqueceu de levar em conta o famoso “jeitinho brasileiro”. Há uma enorme quantidade de gente nesse país que adora levar vantagem em cima de tudo e todos. Essas pessoas aproveitaram para explorar brechas na promoção, pois a Microsoft, segundo relatado, não estava verificando as notas fiscais. Então foram cadastrando notas dos mais diversos tipos, até mesmo de produtos que não tinham qualquer relação com o videogame, para receberem códigos de ativação dos prêmios.

A dona do Xbox descobriu isso e suspendeu a promoção por tempo indeterminado, fazendo com que o site feito para o regaste dos prêmios exibisse a mensagem “Promoção Suspensa”. Nenhum comentário foi feito a respeito disso pela empresa até o momento e não foi dito o que acontecerá com quem enviou notas fiscais inválidas.

Espero que os “malandrões” estejam felizes, pois é bem provável que por causa dessa atitude a Microsoft demore um bom tempo até fazer uma nova promoção similar no Brasil.

Via TudoCelular e Tecnoblog