GamesNotícias

Activision está supostamente considerando deixar de lançar Call of Duty anualmente

De acordo com uma reportagem publicada pela Bloomberg, executivos da Activision estão considerando a ideia de deixar de lançar Call of Duty anualmente. É dito que muitos funcionários acreditam que mais tempo entre cada jogo pode ser aquilo que a série precisa para reinvigorar a base instalada de jogadores após o lançamento de Call of Duty: Vanguard, que não atendeu as expectativas de venda da empresa.

O artigo diz que a mudança pode acontecer já em 2023. Um novo Call of Duty continua sendo aguardado para sair em 2022 e aparentemente a Activision espera que o jogo deste ano seja uma espécie de redenção para a franquia.

Na noite da última quinta-feira (20), o CEO da Microsoft Gaming, Phil Spencer, indicou especificamente que a franquia Call of Duty permanecerá no PlayStation. Quando aos outros jogos que foram adquiridos com a compra da Activision Blizzard, eles se manterão sem serem exclusivos do Xbox enquanto quaisquer pendências ou contratos realizados antes da aquisição estiverem vigentes.

Via GamesRadar

Artigos relacionados