Share Button

A Analogue, empresa que ficou conhecida pelo lançamento do Super Nt, console que roda cartuchos do SNES em alta resolução, anunciou outro projeto, desta vez focado nos consoles clássicos da Sega: o Mega Sg.

O videogame, que promete ser a plataforma definitiva para os fãs da Sega, rodará cartuchos de Mega Drive, ou seja sem usar emulação, em resolução de 1080p, e também de Master System, por meio de adaptador que vem junto com o pacote. Outra boa notícia é que o aparelho possui entrada para a conexão do Sega/Mega CD.

O console foi criado do zero usando um chip programável FPGA, que recria o hardware original do Mega Drive e assim possibilita compatibilidade de 100% com os seus jogos, sem problemas de lags e reprodução fiel aos jogos originais – segundo afirmação da empresa.

Outro destaque são os controles sem fio e de seis botões desenvolvidos pela 8BitDo especialmente para o console, disponíveis nas cores preto e branco – mas vendidos separadamente por US$ 25. Ele também é compatível com os controles originais.

Além disso, a Analogue também pretende lançar em 2019 adaptadores para outros sistemas da Sega, como o Mark III, Game Gear, Sega MyCard, SG-1000 e SC-3000, por um valor de US$ 10 cada.

O Mega Sg tem a mesma compatibilidade inigualável que o Super Nt. A principal funcionalidade de cada sistema é projetada diretamente em um Altera Cyclone V, um sofisticado FPGA. Nós gastamos milhares de horas projetando cada sistema via FPGA para precisão absoluta. Ao contrário dos sistemas de emulação que hoje ocupam o mercado, você terá a era 16 e 8 bits da Sega livre de compromissos. Mega Sg é projetado para preservar a história do videogame, com o respeito que merece“, diz a sua descrição oficial.

O aparelho já está disponível em pré-venda por US$ 189 (cerca de R$ 703, na cotação do dia) no site oficial, com lançamento previsto para abril de 2019.