Share Button

O novo Animal Crossing: New Horizons para Switch se tornou um novo meio para os moradores de Hong Kong protestarem contra o governo chinês e devido a isso, o jogo foi censurado na China.

Um dos jogadores que vem fazendo uso do game para este fim é Joshua Wong, secretário-geral do partido pró-democracia Demosisto de Hong Kong. Ele vem usando New Horizons, muito popular na internet, para criar comentários políticos e sátiras enquanto fica em casa por causa da pandemia de coronavírus.

https://twitter.com/joshuawongcf/status/1245641287442694146

Após a ditadura chinesa ter tomado conhecimento do conteúdo político gerado em Animal Crossing, optou por bani-lo de lojas digitais como Pinduoduo e Taobao.

De acordo com o analista Daniel Ahmad, ainda é possível para os jogadores chineses comparem Animal Crossing: New Horizons, bastando trocar a região da Nintendo eShop, ou então efetuando a compra com alguém de confiança no mercado cinza.

Ainda não há confirmação oficial (e provavelmente nunca terá) de que o jogo foi removido de circulação por pressão da ditadura chinesa devido a motivos políticos, mas não é a primeira vez que algo do tipo ocorre. No começo do ano, o jogo Devotion foi removido do Steam por possuir arte que tira sarro do ditador chinês, Xi Jinping.

Via VG247