Share Button

Divulgação

Em um painel em Lucca, Itália, a showrunner da série The Witcher da Netflix, Lauren Hissrich, comentou sobre suas conversas com Andrzej Sapkowski, o escritor polonês que criou os livros em que a série é baseada, e revelou o que era mais importante para o autor sobre a adaptação televisiva.

Sapkowski me disse o que era importante para ele: contar a história de três órfãos procurando um lugar no mundo, abordando tópicos como sexismo, xenofobia, racismo, dificuldade da sociedade em aceitar o que é diferente. Muito do conteúdo original dos livros permanece, cheio de lutas espetaculares, aventuras incríveis e criaturas monstruosas“, disse ela.

Obviamente, os “três órfãos” aos quais Hissrich se refere são Geralt de Rivia (Henry Cavill), Ciri (Freya Allen) e Yennefer (Anya Chalotra). Nos livros, Ciri foge depois que a rainha é morta e seu reino de Cintra é conquistado pelo Império de Nilfgaard.

Quando a história começa, Ciri se encontra sob os cuidados do bruxo Geralt, um caçador de monstros geneticamente e magicamente mutado. Ao lado da feiticeira (e ex-amante de Geralt) Yennefer, Geralt tenta proteger a princesa das forças do imperador Emhyr var Emreis.

A estreia está marcada para 20 de dezembro na plataforma de streaming.