História do Videogame

Bastidores | GoldenEye 007 para Nintendo 64 seria um game de plataforma em 2D

Baseado no sucesso de Donkey Kong Country

O desenvolvimento de GoldenEye 007 para o Nintendo 64 é tão interessante quanto o próprio jogo! Desenvolvido pela Rare e dirigido por Martin Hollis, a ideia inicial da equipe surgiu em 1994 e o objetivo era que o game fosse lançado para o Super Nintendo e fosse de plataforma, se inspirando no grande sucesso de Donkey Kong Country para o console. No entanto, Hollis propôs que fosse um jogo de tiro em 3D lançado para o futuro console da BigN, o Nintendo 64.

A equipe visitou os estúdios onde ocorreram as filmagens de GoldenEye para coletar fotografias e terem ideias para os cenários. A Eon Productions e a MGM deram licença para a Rare terem liberdade de expandir os conceitos do filme, dando a oportunidades dos jogadores de participarem de sequências que não são vistas no longa-metragem, mas eles tinham que usar um material de referência para garantir a autenticidade para não ficar muito distante do que “é o filme”.

Já o jogo em si foi inspirado em vários outros clássicos, como Virtual Cop da SEGA, Doom da iD Software e até mesmo o Super Mario 64, sendo que este último foi o responsável para cada fase ter várias missões. Uma das ideias iniciais era de que as armas fossem recarregadas tirando e reinserindo o Rumble Pak no controle, que era responsável por fazer o joystick tremer, mas a Nintendo rejeitou a ideia.

Os cenários foram criados antes de desenvolverem os objetivos, pois segundo o diretor, o game seria mais realista e não linear desse modo. Por essa razão que há ambientes que não tem nenhuma relevância pra fase e o jogador pode realizar uma mesma missão de diferentes modos. Todos eles vieram da artista Karl Hilton, que modelou todas as fases baseadas no material do filme, e os personagens são baseados nas fotos e roupas dos personagens.

Bastidores | GoldenEye 007 para Nintendo 64 seria um game de plataforma em 2D
A geometria de algumas estruturas são diretamente baseadas no filme

Ao longo do desenvolvimento, Hollis foi contratando mais pessoas para desenvolverem o game, incluindo o programador Steve Ellies, que foi responsável por implementar o modo multiplayer apenas seis meses antes do lançamento. Como a equipe podia usar qualquer coisa do universo de James Bond, o modo para vários jogadores conta com personagens que aparecem nos filmes anteriores.

Outra curiosidade é que todos os cartuchos de GoldenEye 007 contam com um emulador do ZX Spectrum com dez jogos da Rare. Essa função foi originalmente um projeto experimental da Rare que foi desativada no game, mas com a popularização das roms e as pessoas hackeando os projetos, os fãs conseguiram ativá-lo em patches.

Por ser um game baseado em um filme, as expectativas da mídia videogamística eram muito baixas e o jogo não teve muito “alarde” durante o lançamento, até porque ele foi expostos na Electronic Entertainment Expo em Atlanta e as pessoas não pareciam muito interessadas. No entanto, contrariando todas as expectativas, o game lançado foi sucesso de público e crítica, vendeu cerca de oito milhões de unidades (mais que o Zelda Ocarina of Time!), e atualmente é considerado por muitos como o melhor jogo baseado em filme de todos os tempos. Aliás…alguém lembra do filme?

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo