Curiosidades

Bastidores | Sonic 2 e as viagens no tempo

A Hill Top Zone seria o passado da Emerald Hill

Sonic 2 do Mega Drive é um clássico incontestável, o jogo mais bem sucedido comercialmente do Mega Drive, e também a “porta de entrada” para muitos fãs da velha guarda do nosso bom e velho azulão. No entanto, tão interessante quanto o jogo em si são seus bastidores.

Como dito em outra ocasião, a ideia inicial do produtor da série clássica e considerado o pai do Sonic, o Yuji Naka, era que o jogo tivesse 18 fases, explorando os seis temas do jogo original (fase da floresta, fase da água, fase nas estrelas etc), e o dobro deste número de lugares inéditos.

O mais impressionante desta época é que as viagens no tempo não seriam como em Sonic CD que só muda a paleta de cores e algumas imagens ao fundo, mas o objetivo é que os cenários fossem totalmente diferentes, mas não seria acessada na própria fase, mas sim ao longo da história. Muito se especulou em como seriam essas ideias iniciais, até que em maio de 2017, o planejador do Sonic 2, Hirokazu Yasuhara, divulgou na web seus desenhos de como ele imaginava como seria.

BASTIDORES | Sonic 2 e as viagens no tempo

Como é possível ver na imagem acima, este seria o presente. A fase “Green Hill Zone” acabou se tornando a Emerald Hill Zone, e aqueles que jogaram a Sonic 2 Beta viram que na tela de seleção de fases ela ainda é nomeada como Green. Ao que tudo indica, ela virou a Emerald Hill. Aqui vemos também que a Metropolis se passaria no presente.

BASTIDORES | Sonic 2 e as viagens no tempo

Aqui vemos a imagem de como seria o game no futuro. Podemos teorizar que a Wood Zone (Zona da Madeira), se transformou na Casino Night Zone, provavelmente porque o Dr.Eggman resolveu transformar a floresta em um cassino. E o mesmo vale para a Genocide City e a Metropolis e Sand Shower.

BASTIDORES | Sonic 2 e as viagens no tempo

Aqui seria o “presente arruinado”, o que nos leva a crer que, em termos de história, o Sonic 2 seria semelhante ao Sonic CD: o Dr.Eggman viaja ao passado para dominar o presente e o futuro, e o Sonic teria que acabar com essa “lambança” toda. Podemos especular que a Dust Hill (Zona do Pó), seria a Green Hill Zone destruída, enquanto a Oil Ocean, que foi para o game final, seria a Ocean Wind Zone.

BASTIDORES | Sonic 2 e as viagens no tempo

Esta imagem acima seria do passado. Percebemos que a Hill Top, que também está no jogo final, seria o passado da Emerald Hill. Aqui também temos a misteriosa Tropical Plant e a Rock World Zone.

Aqui esta imagem do passado seria depois de um “grande tsunami”. Não se sabe exatamente em como isso seria colocado na história, provavelmente sendo uma ideia bem inicial e conceitual.

Nessa imagem aqui vemos uma ideia inicial de como seria a viagem no tempo no game que, como dito antes, seria através da própria história. Percebemos aqui que uma outra linha do tempo, sem os desenhos mostrados anteriormente, se passaria na época Medieval. Acredita-se que uma ilustração conceitual da fase Madness Mountain (Montanha Maluca) se passe neste período.

A arte conceitual de Madness Mountain
A arte conceitual da Death Egg mostra que havia um desejo de ser uma fase completa, e não apenas os chefes como foi no jogo final. Essa ideia só pode ser concretizada no Sonic 3 & Knuckles.

No entanto, o conceito de viagens no tempo foi descartado logo no início por duas razões: o tempo de produção e as limitações do cartucho do Mega Drive. Eventualmente foram cortando as fases e remodelando-as, e no final ficaram as 11 que conhecemos.

Artigos relacionados