Share Button

A Brasil Game Show 2016, evento que está ocorrendo no São Paulo Expo esta semana e no começo da próxima, contém vários jogos que só chegarão ao mercado nos próximos meses e que os visitantes podem experimentar. Um deles é o aguardado Resident Evil 7.

A Capcom trouxe a sétima iteração da franquia para a feira e nela é possível jogar uma demonstração totalmente nova chamada “Lantern”. Eu tive a oportunidade de fazer isso e confesso que gostei do que vi.

Você começa na pele de uma personagem que é a esposa do protagonista do jogo. Durante todo o tempo, você se encontra em uma mansão abandonada onde deve fugir de Marguerite Baker, uma das antagonistas. O outro, chamado de Jack Baker, pode ser visto na demo “Beginning Hour” disponibilizada para PS4 durante a E3. Trata-se do cara que você vê ao chegar no fim dela.

Para escapar de minha perseguidora, me escondi atrás de objetos e prestei muita atenção na luz emitida pela lanterna dela e na intensidade do som de seus passos, pois eram meios de saber onde ela estava quando eu não conseguia vê-la diretamente.

resident-evil-7-003

Houve um momento na demonstração no qual eu encontrei uma espécie de escultura e, assim que a situação ficou mais calma, pude utilizá-la para resolver um puzzle no qual eu tinha de colocá-la na frente de uma luz e girá-la até que sua sombra tivesse o mesmo formato do desenho de uma pintura na parede. Assim que consegui fazer isso, a parede se abriu, revelando uma passagem secreta. Naquela mesma hora eu me lembrei dos puzzles dos primeiros Resident Evil.

Depois de andar pela estreita passagem, Marguerite reapareceu berrando palavras intimidadoras e falando algo a respeito de alguém, se referindo a uma mulher, que só queria o meu bem e que devido a isso eu deveria sair do meu esconderijo. Quem seria esse alguém? Parece ser uma coisa que saberemos apenas no jogo final.

Comigo escondido atrás de umas caixas, Marguerite ficava rondando como se soubesse que eu estava ali, mas sem ir diretamente em meu encalço. Esperei pacientemente até abrir uma brecha, claramente deixada por ela de maneira proposital, e saí correndo, entrando em um buraco feito no assoalho que dava acesso a uma espécie de porão. Foi quando de repente ouvi da vil senhora que não havia escapatória de onde eu estava. Era uma armadilha. As luzes então se apagaram e, segundos depois, ela surgiu como uma assombração e me agarrou, aos gritos. Era o fim da minha tentativa de fuga e o fim da demo.

resident-evil-7-004

Depois de jogar, tive uma conversa com Fábio Santana, Gerente de Relações Públicas da Capcom no Brasil, o qual me revelou algumas informações interessantes. Confira:

GameHall: Antes de testar a nova demonstração Lantern você me disse que ela se passava dentro de uma fita de VHS, da mesma forma que um pedaço da demo Beginning Hour. O que representam as fitas de VHS encontradas no jogo? 

Fábio Santana: As fitas são segmentos opcionais do jogo. Elas cumprem o papel que nos primeiros jogos da série eram de responsabilidade dos arquivos que você encontrava, os “files”, arquivos de texto que explicavam o que havia acontecido no passado naquele local que você estava explorando ou então davam pistas para resolver algum puzzle. Em Resident Evil 7, este papel será das fitas VHS. Ao invés de você simplesmente ler os textos, você poderá jogar e assistir o conteúdo dessas fitas, expandindo elementos da história, ajudando a contextualizar algo no local que você está explorando e auxiliar na resolução de puzzles, como o que foi visto na demo Beginning Hour onde a fita mostrava que você tinha de puxar uma corrente na lareira.

GH: Você havia me dito que as fitas VHS é como se fossem as Ink Ribbon dos Resident Evil antigos, simbolizando algo que ninguém mais usa. Máquina de escrever nos anos 90 e fita VHS no século XXI. É isso mesmo?

FS: Exatamente. Isto é só um dos elementos que fazem parte do DNA de Resident Evil, que o sétimo jogo está resgatando. Nos primeiros jogos o sistema de save era através de máquinas de escrever e Ink Ribbon, e já naquela época máquinas de escrever eram algo ultrapassado. RE7 faz uso deste artifício através das fitas VHS, que são hoje um elemento ultrapassado, o qual muitas pessoas hoje nem sequer usaram.

GH: Quais outros elementos clássicos da série estarão de volta?

FS: As ervas, armas de fogo, gerenciamento de inventário com espaço limitado, a ambientação mais densa, a exploração, a resolução de puzzles, entre outros. Queremos que RE7 seja um exemplar verdadeiro que faça parte da série.

resident-evil-7-001

GH: Resident Evil é famoso pelos puzzles elaborados e nesta nova demo foi possível encontrar um que lembra muito aqueles quebra-cabeças dos primeiros títulos da série. Veremos muitos puzzles na versão final do jogo?

FS: Sim haverá diversos puzzles no jogo final.

GH: Você disse que terão armas de fogo e ervas. Quais armas terão?

FS: Ainda não é possível dizer pois não chegamos a mostrar nada nesse sentido ainda. Mas é um elemento que estará presente e até o lançamento informaremos mais sobre isso. O horror depende da surpresa e a Capcom tem tomado cuidado para não revelar demais, para não estragar as surpresas que os jogadores encontrarão no jogo final. Aos pouquinhos iremos revelando mais coisas, tendo cuidado para não mostrar spoilers.

GH: Alguns jogadores ficaram surpresos com a visão em primeira pessoa, não gostando muito disso, e tem outros que falam que a Capcom está usando o nome Resident Evil mas o jogo não tem nada a ver com a série. Haverá algum aspecto na história que fará a conexão de Resident Evil 7 com algo dos jogos anteriores?

FS: Excelente pergunta. Resident Evil 7, no ponto de vista de jogabilidade, pretende ser tão revolucionário na série quanto foi Resident Evil 4, que é aclamado até hoje e possui as melhores avaliações dentro da série. Como falei antes, o jogo terá vários elementos da série para que ele seja realmente um episódio legítimo de Resident Evil. No ponto de vista da história, o que dá para confirmar até agora é que ele é canônico, é uma sequência verdadeira da história da série, se passa no universo de Resident Evil e nos dias modernos em uma área rural, nos Estados Unidos, na Louisiana. E exatamente como ele se liga ao universo da série, ainda não posso dizer.

resident-evil-7

GH: Entendi. Então quando os jogadores comprarem o game e o terminarem, falarão que realmente ele faz parte da franquia Resident Evil?

FS: Essa é a intenção. (risos)

GH: A Capcom divulgou uma imagem com as ervas do game e uma moeda dourada. Para que serve essa moeda?

FS: A gente vai falar mais respeito disso futuramente. O que posso dizer é que a Capcom está ligada no feedback dos fãs, nos comentários a respeito dos segredos da demo Beginning Hour e a gente deve descobrir mais muito em breve.

GH: Realmente! A gente quer saber também para que serve aquele dedo de manequim da demo, que até agora ninguém descobriu o uso. A Capcom vai revelar isso mais para frente?

FS: Divulgamos uma imagem teaser para quem estava inscrito no programa de embaixador e isto é o que dá para dizer por enquanto. Mais será revelado em breve.

GH: A demo Lantern da BGS será disponibilizada na PSN, Xbox Live e Steam?

FS: Por hora não temos nada definido. O que posso dizer é que a demo Beginning Hour está disponível no PS4 para assinantes da PS Plus e já confirmamos que numa data futura ela também chegará para as outras plataformas.

resident-evil-7

GH: Onde na história se encaixam as demos Beginning Hour e Lantern?

FS: Beginning Hour é uma prévia dos acontecimentos da história principal e não virá com o jogo final, já o conteúdo de Lantern é algo que estará dentro do game quando ele for lançado.

GH: Sabemos que os antagonistas de Resident Evil 7 são os membros da família Baker, mas quais serão os inimigos usuais do jogo? Zumbis, mutantes, o que os jogadores irão enfrentar?

FS: Não dá para dizer muito sobre isso agora para não estragar a surpresa no jogo, mas o que dá para falar é que a plantação onde se passa o jogo é uma propriedade bem vasta e é da família Baker, a qual sumiu recentemente. Na história, ninguém viu ou ouviu falar nada a respeito desta família há algum tempo e é onde [os jogadores] começam a correr para descobrir o que aconteceu.. Dentro da história a gente vai aos pouquinhos descobrindo mais e já é possível supor graças a estas duas demos (Beginning Hour e Lantern) que alguma coisa muito errada está acontecendo, mas que tudo ainda está muito nebuloso.

GH: Haverá a aparição de personagens conhecidos dos jogos anteriores da série?

FS: isso é algo que descobriremos apenas no jogo final.

GH: Algumas considerações finais para os fãs que estão aguardando, alguns preocupados com o que o jogo vai ser, pelo lançamento de Resident Evil 7?

FS: Apenas que a Capcom está de olho no feedback dos fãs e agradece bastante por todas as opiniões que os fãs estão dando ao jogarem as duas demos, no PS4 e nos eventos, e que a equipe de desenvolvimento está trabalhando duro para fazer um lançamento que vá ao encontro da expectativa dos fãs de Resident Evil.

Resident Evil 7 sairá no dia 24 de janeiro para PS4, Xbox One e PC com suporte ao PlayStation VR na versão do console da Sony. A edição em mídia física sairá no Brasil no dia 26 de janeiro.