Share Button
GdN foi acusado de manipular os resultados da partida entre BD e FaZe na 12ª rodada da Pro League (Saymon Sampaio/Ubisoft)

A Black Dragons anunciou na última quinta-feira (23) o afastamento do jogador GdN, que teria sido responsável por manipular os resultados de uma partida entre a BD e a FaZe Clan durante a 12ª rodada na última temporada da Rainbow Six Pro League. GdN também terá que lidar com uma multa contratual devido à ofensas emitidas ao ex-técnico da equipe, Thyzão, responsável pela denuncia emitida ao jogador.

Entenda o caso

Durante a 12ª rodada da última Pro League, a Black Dragons perdeu por W.O para a FaZe Clan. O motivo, segundo a organização na época, foi devido a problemas envolvendo a internet da Gaming House.

Toda confusão com relação à essa derrota veio a público na madrugada da última quinta-feira, quando o ex-técnico dos Dragões fez em seu Twitter uma série de publicações onde acusava GdN de ter combinado a derrota com ion, jogador da FaZe.

As publicações foram apagadas pelo técnico logo após a explosão da polêmica (Reprodução)

Thy, no entanto, foi rebatido por Pings, manager da Black Dragons, que expôs algumas conversas afim de provar que a equipe realmente passou por problemas de conexão naquele fatídico dia.

Logo após apagar a série de tuítes e ser colocado como mentiroso na história, o técnico publicou um áudio de uma de suas conversas com o GdN, onde ele afirma que a entrega do resultado não interferiria em nada na situação da BD no campeonato, o que aumentou os indícios da veracidade da denúncia. Thy, na mesma publicação, deixou claro que existiam mas provas, e que as mesmas seriam encaminhadas para a Ubisoft, que é a responsável pelo Rainbow Six e todo o seu cenário competitivo.

Em palavras proferidas à reportagem da ESPN Esports Brasil, Pings, manager da Black Dragons, disse que todo o acontecido foi uma brincadeira de mau gosto entre os envolvidos. Responsável pelo título, a Ubisoft também respondeu ao contato da ESPN e afirmou que caso haja a confirmação dos fatos, todos os envolvidos serão punidos de acordo com o código de conduta e regulamento dos torneios. Acusada da compra dos resultados, a FaZe Clan declarou que não pratica nenhum tipo de acordo que traga vantagens à organização dentro de jogo.