Share Button

A ESA (Entertainment Software Association) cancelou a E3 2020 esta semana, mas garantiu que a E3 2021 ainda irá ocorrer ano que vem, mas com mudanças.

“Agradecemos a todos que compartilharam suas opiniões sobre reinventar a E3 este ano,” disse a ESA em uma declaração ao site GameSpot. “Estamos ansiosos em trazê-los a E3 2021 como um evento reinventado que une fãs, mídia e a indústria juntos em uma apresentação que celebra a indústria global de video games.”

A afirmação dá a entender que a E3 2021 poderá ser um evento voltado mais para a comunidade de jogadores do que em anúncios de grandes distribuidoras. Para 2020, a ESA afirmou que talvez adote o formato digital no lugar do tradicional evento com conferências.

Esperemos que as mudanças agradem as gigantes da indústria, como a Sony, que havia dispensado a presença na E3 2020 antes mesmo do surto de coronavírus. A Nintendo, por outro lado, não faz mais apresentações e utiliza transmissões no YouTube para divulgar suas novidades. Por fim, a Electronic Arts também já não participa há alguns anos, optando por criar um evento próprio, o EA Play, para compartilhar suas novidades com os jogadores.

Na minha opinião particular, eu acredito que, embora um evento como a E3 seja bem legal de acompanhar devido às conferências, que às vezes nos surpreendem, as empresas estão cada vez menos dispostas a arcarem com o alto custo por trás disso, então não se espante se o formato da E3 como o conhecemos tiver chegado ao fim.