Share Button

Após a Irem anunciar que o jogo “Disaster Report 4” seria cancelado devido ao terremoto seguido de Tsunami ocorrido em 11 de março no Japão, os fãs da série iniciaram uma busca desenfreada pelos títulos anteriores lançados para PlayStation 2 e PSP. O problema, entretanto, é que tais jogos estão custando muito mais do que tradicionalmente valem.

De acordo com o site Andria Sang, a inflação nos preços dos três primeiros jogos de “Disaster Report” se deu após a Irem anunciar que, além de cancelar o quarto jogo que estava previsto para o PlayStation 3, também não continuaria com a franquia, acabando com qualquer possibilidade do game de desastres naturais chegar a outras plataformas no futuro.

A loja Famicom Plaza afirma que o interesse pelas versões antigas de PlayStation 2 e PSP aumentou desde o cancelamento de “Disaster Report 4”. Já o site Game Jouhou nota que os efeitos do fim da série pode ser percebidos em sites como o Amazon, em que os jogos são vendidos por US$ 155 (Disaster Report), US$ 85 (Disaster Report 2) e US$ 105 (Disaster Report 3).

Simulando desastres naturais

O primeiro “Disaster Report” foi lançado em 2002 para o PlayStation 2 e mostra o drama dos personagens após um violento terremoto em uma ilha fictícia conhecida como Captal City. Em 2005, o mesmo console recebeu a continuação, cuja trama mostra uma inundação provocada por um dilúvio que destrói a recém inaugurada cidade subterrânea de Geo City em pleno Natal.

Já “Disaster Report 3” é exclusivo para PSP japonês. Lançado em 2009, o jogo incluiu dois jovens personagens em uma trama que apresenta um terremoto em uma região fictícia do Japão. Nos três jogos, a mecânica incentiva a exploração das cidades devastadas e a sobrevivência em momentos de extrema tensão.