Tops

Cinco jogos em 2D do Sonic lançado para portáteis que você deve jogar

A série bidimensional do Sonic sempre esteve presente em nossas vidas desde que ela surgiu com o bom e velho saudoso Sonic 1 para Mega Drive. No entanto, o que inicialmente era “jogo principal”, passou a ser uma sub-série voltada para os portáteis, e só depois com o revival dos jogos para consoles terem games de plataforma em 2D corre-e-pula, que a SEGA lançou o Sonic 4 e mais recentemente o Sonic Mania. Como temos verdadeiras joias, listamos aqui cinco jogos em 2D do azulão que você deve conferir.

OBS: OS JOGOS DO SONIC NÃO ESTÃO EM ORDEM DE IMPORTÂNCIA!

 

Sonic Rush

Lançado para o Nintendo DS e até hoje um exclusivo do portátil, o Sonic Rush é um verdadeiro “salto” de inovação perante os games anteriores por trazer a mecânica boost, que foi tão bem sucedida que acabou chegando nos jogos principais em 3D do ouriço, sendo bem sucedida por lá também.

A ideia era trazer uma jogabilidade o mais simplória o possível, onde o jogador tinha que apertar apenas “um botão” e já sair correndo atropelando inimigos e fazendo malabarismos. No entanto, não pense que simplicidade é sinônimo de “apertar pra frente”, já que o game tem um nível de dificuldade bem elevado e a reta final pode ser bem “pedreira”.

Fora que tem visuais legais, uma trilha sonora bem empolgante, introduz a Blaze the Cat que é bem popular entre os fãs, e tem uma historinha bem divertida que é rápida, fácil de entender e bem eficiente para um jogo do mascote.

Sonic Advance 2

Voltando um pouco no tempo, o Sonic Advance 2 também inovou perante o primeiro ao ter grande foco na velocidade e ter o embrião do que veio a ser o boost, mas sem ser a habilidade que caracteriza o já citado Rush.

Isso aconteceu porque o primeiro Advance, mesmo sendo bem sucedido comercialmente e elogiado em sua maioria, foi criticado por ser “muito igual” aos jogos do Mega Drive, não trazendo inovações, além de ser bastante lento para o que um jogo do azulão deveria ser. Então, o Advance 2 muda completamente a dinâmica, e da trilogia, é o mais rápido.

É verdade que o nível de dificuldade às vezes é um pouco alto demais, daqueles que gritamos de raiva e soltamos um palavrão, e fazer o final do Super Sonic aqui é o mais desafiador entre todos os jogos do ouriço lançado até hoje. No entanto, é o Advance favorito de muita gente, e vale a pena dar uma conferida.

Sonic Triple Trouble

O único game do mascote que não teve uma contraparte no Master System, o Sonic Triple Trouble é um exclusivo do Game Gear, o antigo portátil da SEGA. Lançado em 1995, ele pega a fórmula bem sucedida dos jogos anteriores de correr e pular de modo bem tradicional, mas se destaca pela riqueza de conteúdo, com direito as ceninhas do Knuckles no melhor estilo S3K do Mega Drive; a presença do Fang the Sniper, um dos personagens mais raros; Metal Sonic também, e ainda dá pra jogar com o Tails.  Um excelente jogo tradicional do Sonic, e parece que estamos jogando uma aventura 16 bits em um console 8 bits.

Sonic Pocket Adventure

O primeiro game fora de um console da SEGA de relevância (não contamos o Sonic Jam para o Game.Com) foi o Pocket Adventure, desenvolvido por uma equipe interna da SNK para o Neo Geo Pocket. Considerado um jogo de “transição”, ele tem o visual clássico do Sonic, porém com os olhos verdes oriundos da época Adventure, traz as fases do Sonic 2 com as músicas do Sonic 3 e Knuckles, e é uma aventura divertida, polida e bem feita. Não inova, mas é um game “simpático”, bem divertido pra passar em uma tarde.

Sonic Generations 3DS

Aqueles que queriam ter visto uma outra fase sendo homenageada na versão HD do Generations têm a oportunidade de jogar na versão de 3DS. Mesmo sendo feita às pressas, a DIMPS conseguiu entregar um produto de qualidade no mercado e é um título bastante nostálgico, trazendo o gameplay 2D clássico e 2D boost. Um bom jogo que vale a pena a conferida!