r7Tops

Cinco jogos que chamam a atenção por serem violentos (sem Mortal Kombat na lista)

Sangue e cabeça explodindo

Quando se pensa em jogos violentos, o primeiro nome que vem a cabeça de muitos é o Mortal Kombat, conhecido pelos seus fatalities e brutalities. No entanto, há muitos outros games que apostam na violência gratuita e hoje decidimos selecionar cinco deles.

OBS: Não estão em ordem de importância

1 – Hotline Miami (2012)

Grande sucesso da década de 2010, o Hotline Miami é um jogo indie que se passa na década de 1980 e é lembrado por suas cenas de violência gratuita, com litros e mais litros de sangue em um estilo de arte em pixel 2D. No entanto, não pense que o game só chama atenção pela violência gratuita, já que a jogabilidade é muito boa, a trilha sonora também é ótima e a história empolga.

2 – MadWorld (2009)

Fruto da parceria entre a PlatinumGames e a SEGA, o MadWorld foi lançado para o Nintendo Wii e tinha como objetivo sair um pouco do estereótipo de que “os games para o console são todos Family Friendly”, e este aposta bastante na violência, com cenas bem grotescas. Mesmo recebendo boas notas e ser considerado um clássico por aqueles que jogaram, o game não rendeu sucesso comercial. Parece que no Wii, o que tinha que reinar eram os games family friendly mesmo, mas valeu a tentativa.

3 – God of War 3 (2010)

Clássico que dispensa apresentações, o God of War 3 eleva os níveis de violência a níveis bem mais altos quando comparado aos outros dois, com decapitações e muito sangue. Parece que a fúria do Kratos para se vingar dos deuses o deixou realmente violento.

4 – Bulletstorm (2011)

Talvez um dos jogos mais violentos de todos os tempos, o Bulletstorm foi lançado para PC, PS3 e XBOX 360 e ele premia os jogadores em matar os inimigos em pontos estratégicos, resultando em mortes não só sangrentas mas bem violentas, como atirar na cabeça por exemplo.

5 – Postal (1997)

Voltando um pouco no tempo, o Postal é um dos exemplos mais antigos de jogos realmente violentos, em uma época em que este tipo de conteúdo era banido em vários países justamente por considerarem inapropriados para crianças, já que na época havia uma analogia entre “games” e “ser para os ultra-jovens”. Neste aqui, você tem que matar inimigos com submetralhadoras, minas, escopetas, e as mortes são realmente brutais, saindo ossos e decepando o corpo dos inimigos.

Artigos relacionados