Share Button

Se você tem entre 20 e 30 anos (ou é um jovem bem informado) com certeza já ouviu falar do Game Boy, ou até teve um em suas mãos em sua infância, e deve lembrar dele com muito carinho e nostalgia pelas inúmeras memórias e jogos marcantes lançados nele. Mas isso foi em outra época. Outra geração. Outro tipo de jovens.

Lançado em 1989, foi o primeiro videogame portátil da Nintendo, que fez um enorme sucesso, especialmente por causa do seu primeiro jogo lançado que se tornou uma mania mundial: “Tetris“. Foram mais de 118 milhões de Game Boys (número junto com o sucessor Game Boy Color) vendidos para crianças e adultos e por cerca de 10 anos reinou absoluto, tendo como principal concorrente o Game Gear da Sega.

Mas os tempos avançam, e as crianças de hoje praticamente já nascem com um smartphone ou tablet na mão. Mesmo os videogames portáteis são bem diferentes de antigamente, representados principalmente pelo 3DS e o PS Vita. Então, como será que as crianças modernas reagiriam ao ver um Game Boy, que possui tecnologia obsoleta, tela preto e branca e a necessidade de usar pilhas ao invés de baterias?

Como é de se imaginar, o aparelho não fez muito sucesso. Muitas crianças, com idades entre 6 e 13 anos, não tinham ideia do que era (um garoto até fala “deerr, está escrito aqui, é um Game Boy”), ou mesmo nem sabiam como liga-lo ou colocar o cartucho. Um garoto até achou que fosse uma caixa para um iPhone.

Se o seu inglês está em dia (infelizmente não há legendas), prepare-se para sentir raiva dessa molecada. Entre os comentários estão “essa coisa é grande, pesada e desajeitada“, ou “eu sinto pena das pessoas do passado“, ou “isso aqui é muito chato” (jogando Tetris), ou “vocês realmente curtiam jogar isso?“, ou “você não liga e baixa os apps?” e para você se sentir velho, a clássica “meu pai tinha um“.

Mas o melhor comentário foi do garotão aí embaixo, que soltou um “não é como se fosse ter algum jogo maravilhoso nisso aí ahaha“. Está na hora de Samuel L. Jackson ter uma conversa séria com o meninão aí.

screen-shot-2014-07-07-at-1-14-43-pm

4e46516eeff9c82af86a6e1932c2dc7c15c00dae5b767128380139cc25652f08

Mas nem todas as reações foram negativas, um ou outro até já conheciam o aparelho, e algumas reconhecem que ele foi um revolução para a sua época, e que sem ele não teríamos portáteis mais modernos e melhores, ou mesmo jogos em smartphones e tablets.

Confira o divertido vídeo das crianças reagindo a um Game Boy abaixo: