Share Button

E terminou nesta quinta-feira (17) a maior feira da indústria de games, a Eletronic Entertainment Expo, ou simplesmente E3. Foram quatro dias com dezenas de estandes, a presença de várias empresas conceituadas, exposição de vários jogos, consoles, acessórios, óculos 3D, sensores de movimento e muita mulher boazuda (como vocês já puderam conferir em nossa galeria especial). Foram mais de 300 expositores com a presença de mais de 45 mil pessoas de 90 países que foram para Los Angeles, um pouco mais que o número do ano passado, que ficou em volta de 41 mil visitantes. Sony, Nintendo e Microsoft mostraram todo o seu poder de fogo e o que podemos esperar no futuro para cada plataforma. Se você esteve muito ocupado durantes esses dias e não acompanhou a E3, não se preocupe, leia aqui o nosso resumão com os melhores momentos, surpresas e novidades que apareceram nesta E3.

As Conferências

Microsoft

A Microsoft fez uma pré-conferência fechada no dia 13, especialmente pra apresentar o Kinect (agora oficialmente batizado) em uma apresentação junto com o Cirque Du Soleil (parece que teve até um elefante eletrônico por lá) e ponchos que brilhavam no escuro. Mas isso foi só um aquecimento, as melhores novidades a empresa guardou para a sua conferência oficial, marcada para o dia seguinte (14) e dando abertura à E3. Como já esperado, o grande enfoque da empresa foi para o seu Xbox Kinect, mostrando detalhes de seu funcionamento ao vivo e jogando vários games para o acessório, que será lançado no dia 4 de novembro, com 15 títulos disponíveis. O game que eu mais curti foi o Dance Central, em que você não deve apenas fazer os passos certos, mas movimentar os braços, cabeças e o resto do corpo conforme se dança. Uma evolução dos tapetes de dança, já bem populares nos lares das pessoas. O Star Wars Kinect também parece bem promissor e o Kinectimals, apesar de ser focado para uma audiência mais infantil, impressionou pelo seu alto grau de interatividade. Uma menininha interagia com um tigrinho na tela da televisão, através de movimentos do corpo e comandos de vozes, realmente algo espetacular (o tigrinho até pulou corda). Entre os games apresentados os destaques foram Call of Duty: Black Ops (também disponível para PC, PS3 e Wii), Gears of War 3 (exclusivo do X360) e Halo Reach (também exclusivo). Hideo Kojima esteve lá (e apenas lá, nem na conferência da Konami ele foi) para apresentar o seu Metal Gear Solid: Rising. A grande surpresa da Microsoft ficou reservada para o final da conferência, revelação do Xbox 360 “Slim”, mas compacto, com HD de 250 GB e sistema Wi-Fi, por US$299. Para mais detalhes da conferência da Microsoft, leia o nosso post especial.

Nintendo

A conferência da Big N ocorreu no dia 15 e foi muito aguardada por todos especialmente por causa da expectativa em redor do novo portátil 3DS, que rodará games em 3D sem a necessidade de se usar óculos especiais. Tudo o que tínhamos até o momento eram boatos e rumores, mas Satoru Iwata, o chefão da Nintendo, apresentou o console pessoalmente (junto com belíssimas modelos) e foi sem dúvida a grande atração da conferência da empresa. Segundo relatos de sites como IGN, GameSpot, Kotaku entre outros, o portátil é realmente impressionante. Ainda sem data de lançamento e preço. Entre os games apresentados, os destaques foram The Legend of Zelda: Skyward Sword, com demonstração do próprio Shigeru Miyamoto (que estava com problemas nos controles ou estava jogando muito mal mesmo), Disney Epic Mickey e Metroid Other M. Vários novos games foram anunciados, como o retorno de 007 Golden Eye, Mario Sports Mix, um novo game para o personagem Kirby e a surpresa Donkey Kong Country Returns. Muitos jogos bons pra Wii, entretanto achei que a empresa deixou o NDS muito de lado, apresentando apenas uns 3 ou quatro títulos para o portátil.

Sony

A gigante japonesa foi a última a apresentar sua conferência, algumas horas depois da apresentação da Nintendo. A Sony deu grande ênfase para a sua tecnologia 3D. Kaz Hirai fez uma apresentação falando da tecnologia tridimensional, em seguida passando uma demonstração de Killzone 3 em 3D estereoscópico (a galera estava usando óculos especiais). Por ser um jogo que desde o seu início teve o desenvolvimento focado na tecnologia 3D, certamente é um dos jogos que melhor consegue se aproveitar e aprofundar neste elemento. Quem viu disse que o jogador realmente sente-se dentro daquele mundo virtual. Além de Killzone 3 (nada de polêmicas esse ano), um video em 3D com vários jogos também foi mostrado. O PlayStation Move também teve grande destaque na conferência, mas não convenceu muito por causa dos lags na demonstração do jogo Tiger Woods PGA Tour 11 (mas foi melhor apresentado com o outro game Sorcery – parecia bem preciso nos movimentos). O acessório será lançado dia 15 de setembro pelo preço de US$50 (o ‘Nunchuk’ custa US$30 e uma pacote com um game incluso e os dois controles custa US$100). O PSP não foi esquecido e foi prometida uma lista com mais de 70 títulos até o final do ano (nada mal heim), entre eles God of War: Ghost of Sparta e Kingdom Hearts. Medal of Honor, Dead Space 2 e Gran Turismo 5 também tiveram sua participação. A “bomba” foi a revelação de um novo game Twisted Metal para o PlayStation 3.

Melhor momento da E3

A E3 teve vários bons momentos, mas com certeza nenhum deles foi como o discurso inflamado e totalmente hardcore do personagem Kevin Butler, o garoto propaganda dos comerciais da Sony (veja aqui um video dele zuando o Wii e o Kinect). Durante apresentação do vice-presidente de marketing da Sony, Peter Dille, Kevin aparece e assume o comando do palco, colocando Dille de lado e já caçoando dos “franceses acrobatas” e “ponchos coloridos”, referindo-se à conferência da Microsoft e perguntando para a plateia “vamos nos concentrar no que realmente interessa, os games! Quem está comigo?”. Kevin Butler e seu discurso no palco da Sony leva nossa medalha de melhor momento da E3 2010. Assista ao discurso dele abaixo. Épico!

Pior momento da E3

Tivemos alguns momentos que não foram muito felizes na E3, como a conferência da Activision que deu preferência para as celebridades como Usher, Eminem e Rihana cantando no palco e deixando de lado os games. Em termos de games nota zero, mas pelo menos gastaram uma nota (US$6 milhões) para proporcionar uma senhora festa (com direito à strippers dançando em pole dances), então se não tinha games, tinha outras coisas para ver. Já a conferência da Ubisoft contou com alguns jogos, mas teve uma apresentação horrível, com apresentadores enrolados (até que o cara soltava umas piadinhas boas de vez em quando), uma demonstração com pistolinhas de plástico tipo “Laser Tag” nada a ver, muito “blá blá blá”e pouca ação. Resumindo, foi uma conferência chata que só valeu pela demonstração de Assassin’s Creed: Brotherhood, Ghost Recon (que parece muito legal) e o anúncio no final de um game para Michael Jackson (com direito à música Beat It e apresentação de dançarinos no palco). Confira abaixo o video do anúncio do game do Rei do Pop.

Melhor Momento “What The Fuck”

Essa vai para a conferência da Konami e os seus desenvolvedores. Lutadores de Lucha Libre trocando tapas no palco, um cara que tirou a cabeça do lugar e segurou nas mãos e apresentadores da Konami falando um inglês macarrônico que mal dava para entender. Não acredita? Então olha o video abaixo para ter uma ideia de como foi. Mas tivemos muitos jogos bons apresentados, como Ninety-Nine Nights II, um novo Jogos Mortais, Lost in Shadow para Wii, um novo game da franquia Silent Hill, o interessante Never Dead, Metal Gear Solid: Rising e dois games da série Castlevania. Outro momento WTF foi na conferência da Ubisoft, com a demonstração de jogos de pistola no estilo “Laser Tag”. Você assiste aquilo e pensa “Mas que *&¨%$ é essa? Onde estão os games? Estão de brincadeira né…”. Coloquei o video do Battle Tag pra vocês assistirem mais abaixo.

apresentador falando do game com herói que nunca morre….

Melhor Momento Constrangedor

Esse momento foi genialmente registrado por um fotógrafo do site Kotaku. Enquanto um jornalista do site jogava um game do Kinect, o fotógrafo tirou uma foto dele jogando e quem aparece atrás na plateia? Ninguém menos que Shigeru Miyamoto, com uma cara de quem comeu e não gostou, enquanto olha o povo jogando na concorrência. Impagável! Miyamoto também soltou a seguinte pérola durante uma entrevista na E3: “os gatos são interessantes. Eles são como as garotas. Se eles vem falar com você, é ótimo. Mas se você tenta falar com eles, nem sempre vai bem”. Miyamoto fala com animais? E com garotas?

conseguiu ver? não, peraí…

Bill Trinen da Nintendo e Miyamoto

“my spider-sense is tingling”

Melhor Momento Surpresa

Mais um que vai para a conferência da Sony. Já meio próximo do final da sua apresentação, Gabe Newell da Valve sobe ao palco para anunciar o lançamento de Portal 2 para o PlayStation 3 e falar bem da Sony. “Tá e daí, quem é esse cara?”, você me pergunta. Newell é conhecido por suas declarações ácidas, geralmente tendo como alvo a Sony e o PlayStation 3, dizendo coisas sobre o console como ”é um desastre total em tantos níveis, acho que está realmente claro que a Sony perdeu a noção do que os compradores e desenvolvedores queriam. Eu diria, mesmo nesta época tardia, que eles deveriam cancelar e fazer uma segunda tentativa. Que digam ‘isto foi um desastre horrível, vamos parar de vendê-lo e de tentar convencer as pessoas a desenvolver para ele”. Por outro lado ele sempre falou bem da Nintendo e o Wii. Na conferência da Sony as luzes se apagam, seguido por uma voz do computador GLaDOS, vilã de “Portal”, anunciando uma surpresa. Newell chega falando “eu gostaria de agradecer a Sony por sua grande hospitalidade e por não ter me socado na cara várias vezes”. Ele parecia meio constrangido, quanto será que a Sony desembolsou pra ter ele lá? Sem rancores, pazes feitas.

Game de maior impacto na feira

Eu acredito que tenha sido o game Dance Central, para o Xbox Kinect. O game Kid Icarus para o 3DS (e o portátil em si) também é um forte candidato na categoria de maior impacto na feira (vamos dar um empate para os dois), mas pelo o que eu li o seu acesso era bem mais limitado e com filas gigantescas, então nem todo mundo pode conferir.  Já o Kinect e o game Dance Central estava mais acessível. Produzido pela Harmonix, a mesma que já surpreendeu com Guitar Hero e Rock Band, trouxe um novo conceito para a feira: um game que te ensina a dançar. Mas não apenas one colocar os pés, como nos tapetes de dança, mas sim com todo o movimento do corpo, da cabeça aos pés. O game te diz onde você está acertando e onde está errando. Com certeza uma revolução para os jogos de dança e outros estilos que podem usar a mesma ideia. Confira um video apresentando o game na conferência da Microsoft.

Melhor Game Shooter/FPS

Difícil escolher um só, ainda mais não tendo a oportunidade de testá-los, então vamos apenas destacar os títulos mais apreciados e que tiveram mais destaque na feira de forma geral (significa que havia muitos outros jogos que não foram aqui citados, mas que não tiveram tanto destaque – por isso não venham reclamar que ‘faltou esse game, faltou aquele game…’). Halo Reach, Call of Duty: Black Ops, Medal of Honor, Gears of War 3, Ghost Recon, Killzone 3 e Crysis 2.

Melhor Game Ação/Aventura

The Legend of Zelda: Skyward Sword, InFamous 2, Metal Gear Solid: Rising, Assassin’s Creed: Brotherhood, Castlevania: Lords of Shadow, Castlevania: Harmony of Despair, Dead Space 2, Disney Epic Mickey, Metroid: Other M, e Star Wars: The Force Unleashed 2.

Melhor RPG

Deus Ex: Human Revolution, Fallout: New Vegas, Star Wars: The Old Republic e Final Fantasy XIV.

Melhor Music Games

Dance Central, Michael Jackson The Game, Dance Masters, Just Dance 2

Melhor Game Corrida

Gran Turismo 5, Need For Speed Hot Pursuit, Joy Ride

Boazuda E3

Esse deixamos para você escolher. Confira nossa galeria das Booth Babes da E3 2010.

E não deixe de ler nossas outras matérias sobre o evento: