Share Button

Ao longo dos anos, diversas versões femininas do icônico protagonista de “The Legend of Zelda”, Link, foram criadas pelos fãs. Porém, um fato curioso aconteceu em 1986 – em uma revista japonesa intitulada como “Shonen Captain”.

Ao tentar retratar o residente de Hyrule na sua participação no “Legend of Zelda” original, para o Famicom, os artistas responsáveis pela editoria, aparentemente, cometerem um “pequeno” deslize: trocaram o sexo do carismático personagem.

Confira o resultado da confusão em questão:

Não foi informado se os responsáveis pela revista não receberam informações adequadas da desenvolvedora antes de publicar o material, ou se temos em mãos mais um exemplo do “clássico engano” que muitas pessoas sem a devida experiência com a série cometem, ao achar que controlamos alguma mulher / menina que se chama “Zelda” – ainda mais em 1986, quando o jogo ainda não era uma saga lendária, como hoje em dia.

De toda forma, é válida a curiosidade para os seguidores desta maravilhosa franquia que transcende o tempo e as gerações de jogadores por todo mundo.