Share Button

É inegável que a indústria dos games é uma das mais poderosas atualmente. E o pior é que esse segmento não para de crescer. Com isso, os produtos vão ficando cada vez mais refinados e, consequentemente, mais caros. Por esse motivo, a GameHall resolveu trazer para você uma lista com os dez jogos mais caros já produzidos.

Como você irá notar, as produções já estão sendo equiparadas aos grandes filmes de Hollywood. Aliás, o curioso é ver que existem alguns “clássicos” que ainda estão no ranking, mesmo após tantos anos. Enfim, chega de suspense. A partir de agora vamos conhecer esses jogos que “doeram no bolso” das desenvolvedoras. Bora começar?

Red Dead Redemption

Em 2018, “Red Dead Redemption 2” foi um dos destaques da indústria dos games. No entanto, o incrível é que mesmo sendo um jogo de uma geração superior, seu orçamento foi superado pelo primeiro título da franquia.

Pois é! “Red Dead Redemption” custou cerca de 100 milhões de dólares para a Rockstar. A equipe contava com mais de 800 pessoas e o projeto levou cerca de 5 anos para ser finalizado. As ações publicitárias chegaram a incluir um pequeno filme no canal Fox. E olha que esse é apenas o décimo colocado no ranking dos jogos mais caros já produzidos.

Too Human

“Too Human” foi um game lançado em 2008, de forma exclusiva para o Xbox 360. O projeto era ambicioso e, por isso, teve um orçamento que superou a casa dos R$ 100 milhões. Todavia, o grande problema com o jogo foi o fato de que, mesmo com todo esse dinheiro, o resultado não foi nada bom.

Apesar de toda a grana investida, “Too Human” se mostrou como um jogo pobre e isso, claro, fez as críticas negativas pesarem contra o game. Na contagem final, o jogo vendeu menos de um milhão de cópias, teve problemas com a Justiça e caiu no esquecimento, deixando um prejuízo enorme para os desenvolvedores da Silicon Knights.

Max Payne 3

O orçamento de “Red Dead Redemption” só não foi uma surpresa para a Rockstar, pois “Max Payne 3”, lançado em 2012, já havia sido um “rombo” nos cofres da empresa. O projeto durou quatro anos e muitos contratempos e ajustes foram feitos durante o período.

Para o lançamento, o game ainda teve um comercial especial que foi veiculado durante a final da UEFA Champions League, sem contar a pesada publicidade na TV. No fim, “Max Payne 3” custou cerca de 102 milhões de dólares para a Rockstar.

GTA IV

Nossa lista de jogos mais caros já produzidos continua e, novamente, temos um jogo da Rockstar. “GTA IV” foi mais um a superar a cada dos 100 milhões de dólares. E basta jogar um pouquinho do game para saber onde está todo esse dinheiro.

O game foi um dos melhores títulos da sétima geração, conseguindo aproveitar ao máximo o potencial das máquinas da referida era. Obviamente, o game não pôde evitar se tornar um dos mais vendidos de todos os tempos, superando, por muito, os custos de produção.

Shenmue II

Como havia sido destacado, a nossa lista com os jogos mais caros já produzidos traria algumas surpresas “do passado”. Pois bem, “Shenmue II” foi lançado em 2001, para o Xbox e para o Dreamcast e a aventura custou nada menos do que 132 milhões de dólares!

Pensar em um valor desses para um jogo de 2001 é algo surreal. Pelo menos, o resultado valeu a pena, já que “Shenmue II” se transformou em um clássico que conseguiu cativar uma legião de fãs.

Final Fantasy 7

 

Se a presença de “Shenmue II” nessa lista de jogos mais caros já produzidos foi uma surpresa, imagine encontrar por aqui um game de 1997. “Final Fantasy 7” é, sem dúvidas, um dos maiores games de toda a história, mas ele não foi nada barato. Na verdade, para a época em que o game foi lançado, um orçamento de 145 milhões de dólares era algo impensável.

Felizmente, a aposta da Squaresoft (agora Square Enix) resultou em uma obra-prima. Durante o período de desenvolvimento, muitos disseram que o projeto era uma aposta arriscada demais. Mas deu no que deu… e agradecemos por isso.

Star Wars: The Old Republic

 

Em 2011, a parceria entre a EA e a BioWare deu origem ao grandioso projeto do game “Star Wars: The Old Republic”. Entretanto, para recriar o universo de Star Wars, as empresas tiveram que desembolsar valores acima de 150 milhões de dólares.

Apesar de ser um projeto caro, o game não conseguiu alcançar o resultado esperado. Por pouco, as ações de marketing conseguiram garantir que o jogo não fosse um fracasso, mas isso só aconteceu dois anos depois, quando o valor investido foi finalmente recuperado.

Call of Duty: Modern Warfare 2

“Call of Duty: Modern Warfare 2”, lançado em 2009, é um dos games mais curiosos na nossa lista dos jogos mais caros já produzidos. E por quê? Bem, o game, na verdade, custou cerca de 50 milhões de dólares para ser produzido. Porém, os custos com o marketing do jogo superaram a casa dos 150 milhões de dólares.

Essas ações de marketing foram tão arrojadas que superaram, e muito, o valor dos custos de desenvolvimento do projeto. Pelo menos, os resultados do game foram interessantes e “Call of Duty: Modern Warfare 2” se tornou um dos melhores FPS da sétima geração de consoles.

GTA 5

Estamos chegando ao fim e, mais uma vez, temos um jogo da Rockstar na lista dos jogos mais caros já produzidos. “GTA V” foi lançado em 2013 e rapidamente justificou os 265 milhões de dólares que foram investidos em sua produção.

De acordo com as informações, o game conseguiu, em menos de 24 horas, alcançar 800 milhões de dólares de faturamento, ou seja, foi um dos maiores sucessos comerciais da história dos games.

Destiny

Para encerrar, temos o game “Destiny”, desenvolvido pela Bungie e lançado em 2014. Sem dar chances para qualquer outro “competidor desta lista”, o game custou mais de 500 milhões de dólares! O projeto era ambicioso, mas a aposta era alta e o resultado foi ainda mais surpreendente.

De uma forma incrível, “Destiny” conseguiu, ainda em 2014 (mesmo ano do lançamento), recuperar todo o valor investido. Nos anos seguintes, o game reuniu uma base de jogadores que superava a casa dos milhões, em uma escala mensal. Com certeza, um game de sucesso!

Portanto, essa lista com os 10 jogos mais caros já produzidos, deixa bem claro que a indústria dos games movimenta valores astronômicos, equiparando-se aos orçamentos surreais do cinema. Em alguns casos, os custos são pagos rapidamente, em outros, o prejuízo é doloroso. De qualquer forma, quem ganha com isso somos nós, os gamers! Até mais…