Share Button

O mercado de jogos digitais de PC está passando por uma fase turbulenta. De um lado, temos o tradicional Steam, da Valve. Muito conhecido e querido pelos jogadores da plataforma, disponibiliza, há anos, um bom suporte para os seus consumidores.

Diversas empresas tentaram competir diretamente com o Steam, mas poucas conseguiram. A situação conveniente da Valve, porém, mudou drasticamente há pouco tempo: com o advento da Epic Games Store, diversas empresas passaram a adotar, exclusivamente, a nova opção – criando assim um grande atrito entre os dois serviços.

A Bethesda, por sua vez, não parece interessada em polêmicas. Com vários lançamentos de grande impacto comercial, como Doom Eternal, Rage 2, Wolfenstein: Cyberpilot e Wolfenstein: Youngblood, a publicadora pretende disponibilizar os seus novos produtos nas duas atuais concorrentes do cenário de jogos digitais para computadores – Steam e Epic Games Store.

Enquanto várias companhias estão escolhendo o caminho de “tomar lados”, criando assim diversas inimizades no processo, parece não ser o caso, desta vez, da responsável por famosas franquias – como “Fallout”, que terá o infame “Fallout 76” também disponível para o Steam ainda neste ano.