Share Button

O esforço do norte-americano Christopher Anzalone de ajudar na pirataria do jogo Assassin’s Creed, vai lhe custar US$25.000 e três meses em uma casa de recuperação.

Segundo um relatório do “Wall Street Journal”, o réu foi considerado culpado por conseguir um exemplar original de Assassin’s Creed e colocar o jogo online antes de seu lançamento. Além da pesada multa – que seria equivalente à 500 cópias da versão para PC do game na época do lançamento – Anzalone vai desfrutar de cinco anos de liberdade condicional.

Algum dia ele vai olhar para trás e rir de tudo isso…. ah, provavelmente não…