Share Button

O fato da Blizzard ter anunciado no mês passado que StarCraft irá receber uma remasterização, com gráficos 4K, cutscenes em 1080P, áudio melhorado e mantendo a mesma jogabilidade do original, levou muitos fãs a perguntarem se a empresa também estaria planejando dar o mesmo tratamento a Diablo 2, outro de seus grandes clássicos.

David Brevik, conhecido por ter sido o co-fundador da Blizzard North, responsável pela série Diablo, falou sobre o potencial de uma remasterização do segundo game da franquia em um podcast do site Diabloii.net.

Segundo ele, seria difícil pois muitos recursos do jogo não existem mais. Ele disse que a Blizzard teria muito trabalho nas mãos e que necessitaria de muito cuidado na hora de remasterizar Diablo 2.

“Se você faz um remaster, isso soará terrível, eu vou parecer um velho rabugento falando isso, mas a garotada de hoje em dia não entende como jogos eram feitos antigamente. Eles não eram nada como são feitos atualmente. Todo mundo apenas faria arte 3D e colocaria ela em uma grade 3D o que funciona, exceto que para isso não funciona. Porque o momento em que você muda a maneira fundamental que você interage e anda pelo mundo do jogo, você está mudando o jogo.”

“Se eles criarem um remaster de Diablo 2, será difícil fazê-lo sentir-se exatamente como o mesmo jogo,” adicionou Brevik. “Eles poderiam fazer mas teriam de garantir que estão simulando a maneira que o jogo funciona em 2D ao invés de fazê-lo 3D.”

David Brevik criou o RPG de ação Marvel Heroes, que é comparado frequentemente com Diablo, pois basicamente ele pega a fórmula do clássico game da Blizzard, mas substituindo tudo por personagens e cenários do universo Marvel. Desde 2016, Brevik também está trabalhando como conselheiro para o lançamento chinês de Path of Exile, considerado por muitos jogadores como o verdadeiro sucessor de Diablo 2.

Via PC Gamer e Heavy