Share Button

O estado de Guzerate, na Índia, proibiu a jogatina do famoso “PUBG”. Mas para quem acha que isso é apenas mais uma lei “que ninguém obedece”, está totalmente enganado. Dez estudantes locais estavam tão empolgados em suas partidas do proibido jogo (versão para celulares) que nem perceberam a polícia chegar. Quando perceberam, tinham sido presos.

Após pagar fiança, eles foram libertados no mesmo dia. O produto é totalmente legal em praticamente toda Índia, menos no estado em questão. Pais e educadores afirmaram que a experiência é “muito violenta e distrai os estudantes das suas rotinas estudantis”.

De toda forma, curiosamente, concorrentes do famoso jogo, também de Battle Royale, não foram proibidos. Jogos como “Fortnite” continuam com acesso irrestrito – sem problemas legais. Com relação aos motivos, são os mesmos de sempre: a violência no título em questão é mais suavizada, devido ao tema mais fantasioso encontrado por lá.