Share Button

“Diablo III” foi lançado há pouco mais de um mês, e a essa altura do campeonato muitos já terminaram o game – e provavelmente alguns o encostaram pelo fato de ele não oferecer muitas opções para quem terminou a aventura, o que foi assumido pela Blizzard.

“Reconhecemos que caçar itens não é o suficiente para manter um game por muito tempo para aqueles que já o terminaram. Há várias pessoas jogando todos os dias e semanas, e jogando bastante, mas eventualmente elas vão ficar sem ter o que fazer (se é que já não estão)”, escreveu Micah “Bashiok” Whipple, gerente de comunidade da Blizzard, no fórum oficial de “Diablo III”.

O gerente de comunidade também disse que a Blizzard já está trabalhando na atualização 1.0.4 para o jogo, bem como na versão 1.1 das arenas para batalhas entre jogadores e em outras ideias. Whipple comentou ainda que a produtora não acrescentou mais conteúdos ao jogo por achar que não seria necessário tão cedo, mas que “isso não se mostrou real” e a empresa reconhece isso.

Um novo mal

A história de “Diablo III” se passa vinte anos depois dos eventos do antecessor. Os demônios Mephisto, Diablo e Baal foram derrotados, mas a Worldstone, que protegia o mundo tanto das alturas celestiais como das profundezas do inferno, foi destruída, e o Mal ameaça novamente o mundo do Santuário.

Controlando uma das cinco classes diferentes de personagens, o jogador vai cumprindo missões – tanto aquelas que fazem parte do roteiro como as que surgem aleatoriamente -, ganhando novos equipamentos e habilidades ao longo do tempo.

Exclusivo para PC, “Diablo III” já está disponível para download e nas lojas em versão física.