Share Button
por Fernando Vázquez Baxmann Carrupt

3_600x338

Com material exclusivo para Brasil Game Show deste ano (2014), a CD Projekt RED organizou um estande muito bacana onde é demonstrado a portas fechadas dois vídeos de The Witcher 3: Wild Hunter. O primeiro é um pequeno trailer do jogo já divulgado pela internet e na sequência temos um vídeo de gameplay comentado com generosos 20 minutos de duração, aproximadamente. No vídeo mostrado vemos Geralt voltando de uma caçada á cavalo e rumo a uma grande cidade. Nesta cidade, nosso protagonista irá ao encontro de um informante, buscando por pistas de uma garota de cabelos brancos, a aprendiz de Geralt, Ciri.

Até chegar ao encontro e durante a caminhada pela cidade vemos um local populoso, cheio de vida e bem impressionante. Os cidadãos, tanto camponeses, nobreza e comerciantes, todos estão nessa cidade e desempenhando suas atividades distintas, sem aqueles personagens parados só para fazer número, todos estão de uma forma ou outra, realizando suas atividades cotidianas.

1_600x338

Após alguns diálogos “O Lobo Branco”, um apelido de Geralt, segue para os pântanos onde procura por uma criatura humanoide chamada Johnny, que está escondido em seu abrigo em algum lugar do vasto cenário. Abre-se então a brecha para apresentar o “Sentido de Caçador”, algo bem similar ao que já foi visto em outros games como Tomb Raider, que destaca pistas e itens nos cenários.

Ao encontrar a criatura mencionada, o game já liga outra quest onde precisamos ajudar a tal criatura a recuperar sua voz e nesse momento é apresentada outra bacana novidade. Ao que parece, boa parte das missões de The Witcher 3 garantirá pelo menos 2 caminhos distintos para chegar a seu objetivo, isso foi destacado várias vezes pelo narrador que comentava o vídeo; lembrando que toda a apresentação estava em vídeo, sem interação dos representantes do estande.

4_600x338

O gameplay segue dessa forma, mostrando outros objetivos como a negociação de Geralt com três velhas bizarras em uma pequena vila. Os diálogos, totalmente legendados para o português brasileiro, mostravam as clássicas opções de diálogos da série durante as conversas com os demais personagens e, em dados momentos, algumas escolhas chaves foram mostradas.

Essas escolhas, segundo o narrador, alteram consideravelmente o andamento da história do game, bem como as missões que o jogador decide completar. Ao que parece e fora sugerido na apresentação, as escolhas dos jogadores irão moldar o mundo à volta de Geralt e a história em si, uma proposta ousada, mas que se bem executada têm tudo para dar certo.

5_600x338

As lutas estão mais fluídas e divertidas, Geralt se move com mais naturalidade e as magias são facilmente selecionadas ao toque de um botão. As criaturas e monstros variam em grau de dificuldade e prometem trazer um desafio bem alto, não sendo tão difícil a ponto de ser frustrante, mas exigindo bastante movimentação e cuidado por parte do jogador.

Os gráficos estão lindos, muito bem trabalhados e cheios de detalhes, com cenários vastos, sem o problema da geração anterior de texturas pipocando na tela conforme a câmera se aproxima. O design dos cenários promete lutas empolgantes, inclusive podendo usar elementos a sua volta a seu favor, como um gás tóxico inflamável, que pode se transformar em uma bomba ao usar uma magia de fogo nele.

A dublagem em português brasileiro está muito bem feita assim como as legendas, com um linguajar propicio para época em que o game se passa. Os efeitos sonoros, pelo que foi possível avaliar, deverão acompanhar o alto nível técnico da obra.

2_600x338

Com lançamento previsto para 20 de fevereiro de 2015 nos PCs, PS4 e Xbox One, The Witcher 3: Wild Hunt é outro game que promete muito e ajuda a aumentar a expectativa pela chegada do ano que vem, que com toda certeza será um ano excepcional para nova geração.