Share Button

Hajime Tabata, diretor de Final Fantasy XV e chefe da Luminous Productions anunciou nesta quinta-feira (8) que pediu demissão da Square Enix e do estúdio Luminous no último dia 31 de outubro.

Tabata agradeceu aos fãs e disse que tem um projeto no qual quer dar andamento como seu próximo desafio após Final Fantasy XV, e por isso decidiu deixar a Square Enix e começar seu próprio negócio para alcançar seu objetivo.

Juntamente com a saída de Tabata, a Square Enix anunciou que os DLCs intitulados “Episode Aranea”, “Episode Lunafreya” e “Episode Noctis” para Final Fantasy XV foram cancelados, enquanto que “Episode Ardyn” continua em desenvolvimento e será lançado em março de 2019.

A empresa também informou que um curta animado para Episode Ardyn será disponibilizado antes do novo conteúdo e servirá como prólogo para o jogo, dando contexto às razões que levaram Ardyn a buscar sua vingança. Um trailer a respeito deste novo DLC pode ser visto abaixo ou clicando aqui.

Em complemento a isso, Final Fantasy XV: Comrades, expansão multiplayer do game, ganhará uma versão standalone no dia 12 de dezembro para PS4 e Xbox One, que poderá ser jogada sem o jogo principal e incluirá dez novos chefes, trajes e armas.

Final Fantasy XV: Windows Edition não receberá esta versão de Comrades, pois ela já está incluída no jogo base para PC. Todos que já tiverem Comrades nos consoles ou a Windows Edition no computador receberão os chefes, trajes e armas adicionais por meio de uma atualização gratuita.

Um novo trailer voltado para a versão standalone de Comrades foi divulgado, o qual você pode assistir abaixo ou neste link.

A Square Enix também divulgou um trailer em japonês para celebrar os dois anos de Final Fantasy XV, que você pode assistir abaixo ou então clicando aqui.