Share Button

O anúncio de anteontem sobre o fechamento da Visceral Games pela Electronic Arts e a drástica mudança no desenvolvimento do jogo de Star Wars que estava sendo feito pelo estúdio, de uma aventura linear para “uma experiência mais ampla que permite mais variedade e autonomia ao jogador”, chamou a atenção não apenas dos gamers, mas também de alguns desenvolvedores.

O diretor de God of War, Cory Barlog, fez um dos comentários mais interessantes ao expressar seu desapontamento com a notícia no Twitter, dizendo adorar jogos single player lineares, afirmando que é possível haver autonomia em um jogo linear.

Curiosamente, o próprio Barlog definiu certa vez God of War como um ônibus turístico do qual os jogadores podem sair para explorar, e depois voltar para aproveitar o restante do passeio.

O designer de personagens da agora extinta Visceral Games, Brendon Bengtson, comentou apoiando a postagem de Barlog, dizendo também que todos no estúdio ficaram chocados com a notícia.

Barlog respondeu dizendo que os jogos feitos pela Visceral Games “ajudaram a elevar o que fazemos”.

Falando francamente, uma das melhores coisas dos jogos é a variedade entre eles. Há muito espaço disponível para games lineares, de mundo aberto, e também para aqueles que adotam uma mistura de ambos estilos. Se todos fossem iguais, ficaria muito repetitivo e já teríamos enjoado de jogar.

Via DualShockers