Share Button

Hideki Kamiya, diretor de Bayonetta 3, fez várias postagens no Twitter onde falou a respeito da IP de Bayonetta, quem é a dona dela, e o que levou o terceiro jogo acabar sendo anunciado com exclusividade para o Nintendo Switch.

Kamiya explicou que a Sega é dona dos direitos das versões de Bayonetta para PS3, Xbox 360 e PC. Quando começaram a fazer o segundo game, receberam fundos da Sega para criar algo multiplataforma, mas o projeto foi suspenso “por circunstâncias na Sega”. Daí veio a Nintendo e continuou a financiar o jogo, permitindo que a Platinum Games o terminasse. Por causa disso, os direitos de Bayonetta 2 são da Sega e Nintendo, as quais decidiram que o jogo deveria ser feito para Wii U.

O port do primeiro Bayonetta para Wii U também foi financiado pela Nintendo e a empresa permitiu usar a dublagem japonesa criada para a versão de Wii U, dentro da versão para PC.

No caso de Bayonetta 3, foi decidido desde o começo que o jogo seria desenvolvido usando-se financiamento da Nintendo, pois sem a ajuda dela “não teríamos sido capazes de iniciar esse projeto”.

Os direitos do game pertencem a Sega e a Nintendo, que decidiram que ele deveria ser feito para Switch, ressaltou Kamiya.

O diretor disse também que levou um tempo até que a produção de Bayonetta 3 fosse aprovada e fará com que o jogo seja “tão bom quanto possível”.

Bayonetta 3 ainda não possui data de lançamento.

Via DualShockers