Share Button

O diretor de Nioh, Fumihiko Yasuda, da Koei Tecmo, deu uma entrevista recentemente para a Dengeki Online a respeito do desenvolvimento do jogo, o feedback, as expansões e mais.

De acordo com a tradução feita pelo usuário baka_shiroyasha no Reddit, ele considera o design de mapas de Dark SoulsBloodborne incríveis, não esperava que seu trabalho tivesse a mesma qualidade vista nesses dois jogos e que houve um processo de “tentativa e erro” enquanto eram feitos os estágios de Nioh.

Inicialmente o jogo teria PvP, mas decidiram focar no single player e, após muitos pedidos dos jogadores, resolveram finalmente implementar isso no game. Ele disse estar ciente que o sistema tem falhas, mas que está sendo atualizado gradativamente.

Um dado curioso dito por Yasuda é que o número de pessoas fora do Japão que zerou o game é três vezes maior do que aquelas dentro do Japão que fizeram isso.

Ele citou também que está focando nos próximos dois DLCs do jogo, os quais possivelmente trarão mais armas, e que a história de William, de acordo com uma tradução adicional da entrevista (via KazeFujimaru), deverá encerrar-se com o terceiro DLC.

Uma sequência está sendo considerada. Ela ainda envolveria um samurai mas seria em uma era diferente e com outro personagem, contudo nada ainda está decidido.

Adicionalmente ele disse que havendo um segundo jogo feito por ele, este será mais preciso e completo do que o título atual.

Nioh encontra-se disponível exclusivamente para PS4.