Share Button

O mundo dos games tomou grande proporção nos últimos anos. Para alcançar tal patamar foram necessárias muitas experiências, projetos ousados e inovações. Os documentários na sequência mostram como a indústria de jogos evoluiu (e algumas vezes se deparou com o fracasso) e também revelam um pouco do dia a dia das pessoas que desenvolvem e criam os jogos.

Indie Game: O Filme

Dirigido por Lisanne Pajot e James Swirsky, este documentário acompanha a dura saga de quatro desenvolvedores de jogos indie enquanto eles trabalham em seus projetos. Os processos de criação dos games também é mostrado de forma detalhada, assim como os sacrifícios que são feitos e como os desenvolvedores fazem para atingir o público desejado.

É um documentário bem conhecido e muito premiado na indústria de jogos — como um dos mais bem-feitos para mostrar o que ocorre por trás do desenvolvimento de jogos independentes.

“Acreditamos que fizemos um bom documentário, e que é um trabalho que fala sobre o que acreditamos sobre os videogames e sobre os caras que fazem videogames. Eles são artistas, e eles derramam seus corações e almas nisso. Além do mais, eles passam por experiências muito legítimas, muito poderosas”, disse Swirsky, um dos diretores do projeto.

Atari: Game Over

Zak Penn, diretor do documentário, fez ótimo trabalho ao contar a história do enterro de milhões de cartuchos do jogo de Atari “E.T. – O Extraterrestre”.

Na década de 1980, o game inspirado no filme de Steve Spielberg recebeu um feedback muito negativo por parte dos jogadores e da crítica especializada. O fracasso foi tão grande que o jogo é considerado um dos culpados pelo fim da popularidade do Atari.

“Para mim, esse aterro (onde foram enterrados os cartuchos) é na verdade o local de enterro de toda uma indústria, porque o que afetou a Atari na época afetou a todos. E tudo que eu pensava que iria durar para sempre parou, e parou quase no mesmo momento em que tudo o que estava lá foi enterrado”, conta Mike Mika, designer de jogos e historiador.

O resultado da escavação não é nenhum segredo, mas o documentário é muito mais profundo do que a escavação para achar os cartuchos do jogo em questão.

30 anos da Naughty Dog

Estúdio norte-americano de jogos com sede em Santa Mônica, Califórnia, a Naughty Dog é uma das empresas de games com maior reputação no mercado — responsável por grandes sucessos como a saga Uncharted e The Last of Us, por exemplo.

Em 2014, a gigante Sony, que ajudou muito o estúdio a lançar grandes sucessos, resolveu produzir um documentário para contar a trajetória de sucesso da Naughty Dog.

O documentário tem 50 minutos de duração e conta com entrevistas de toda a equipe, incluindo os fundadores Andy Gavin e Jason Rubin. E o melhor, está gratuito no YouTube.

“Avanços na tecnologia nos últimos 30 anos reuniram pessoas. Quanto mais complexa a tecnologia chegou, mais especialistas foram necessários para aproveitar ao máximo seu potencial. Trabalhar com equipes maiores e alguns especialistas muito talentosos expandiu as maneiras pelas quais poderíamos dar vida à nossa arte em nossos jogos”, afirma Erick Pangilinan, diretor de arte da Naughty Dog.

Atualmente, a Naughty Dog trabalha para lançar The Last of Us Part II (2019), no qual terá a memorável personagem Ellie como protagonista.

De Quartos a Bilhões: A Revolução do PlayStation

O documentário mostra a influência do console PlayStation no mercado global de games e também exibe como o mundo do desenvolvimento de jogos atingiram um novo nível.

O interessante é que os produtores conseguem exibir com muita clareza como a indústria dos videogames estava no início da década de 1990. Na época, ela era dominada pela Nintendo e a Sega – assim, surgir “do nada” e atacar duas gigantes foi uma missão e tanto por parte da Sony para dominar o mercado com o PlayStation.

“Durante a produção de nossos dois filmes anteriores, muitos desenvolvedores, editores, músicos e jornalistas entrevistados disseram que o lançamento do PlayStation foi um ‘‘divisor de águas’’ para a indústria de games”, relata Anthony Caulfield, um dos criadores do documentário.

“Portanto, é nossa intenção filmar um novo conjunto de entrevistas para adicionar à nossa lista já extensa para criar um filme autônomo, imersivo e altamente nostálgico que realmente explora por que o lançamento do PlayStation e a era que logo se seguiu foi um período chave na evolução dos videogames”, completa Caulfield.

Outros documentários que não podem ficar de fora

Para quem é fã do game Football Manager, assistir An Alternative Reality: The Football Manager Documentary é algo quase obrigatório.

Para finalizar, também vale a pena conferir o documentário Reis do Kong: Uma Disputa Acirrada. Muito bem avaliado pelo IMDb, ele mostra e acompanha a rivalidade entre dois competidores na disputa pela melhor pontuação no jogo Donkey Kong.