Share Button

Chegou a hora do Slayer! Pelo menos é o que diz o trailer mais recente de Doom Eternal, publicado hoje pela ID Software em todas as suas redes sociais. O vídeo é um gostinho da história que vai rolar na campanha e mostra mais execuções e ações brutais do nosso protagonista.

Com apenas mais alguns dias até o lançamento, que será em 20 de março, chegou a hora da verdade, o que esperar de Doom Eternal? Vai superar o antecessor de 2016? Quais as novidades? Te respondemos tudo isso agora!

Maior do que nunca

O primeiro ponto a se destacar é: Doom Eternal está maior do que nunca. Segundo os desenvolvedores, a campanha de Eternal terá o dobro da duração do jogo de 2016, mas isso é apenas uma informação em relação às horas, pois há muito mais por trás.

Quando disseram maior, também estavam se referindo a complexidade dos seus sistemas e níveis. Para se ter uma ideia, as habilidades do jogo anterior são pegas logo no início do jogo, deixando o resto da duração para as novidades.

Por conta disso, os mapas serão maiores e os locais de encontros com os inimigos terão muito mais possibilidades de abordagens. Ao mesmo tempo que essas novidades chegam, os desenvolvedores garantem que a velocidade e intensidade do gameplay não vai cair, pelo contrário, também será amplificada, com soluções como um gancho atrelado à sua “super shotgun” para se agarrar em paredes e chegar mais rápido até os inimigos.

A promessa é de uma experiência massiva, como jamais vista na franquia. A expectativa é de que o jogo seja um dos melhores shooters de todos os tempos.

Sessões de plataforma

O Doom de 2016 já usou com certa frequência a mecânica de pulo do Slayer, colocando vários colecionáveis em locais bem escondidos e exigindo em algumas sessões o uso de plataformas para avançar. No Eternal isso será amplificado.

Durante a demo que jornalistas e influenciadores digitais jogaram, foi possível passar por algumas das novas sessões. A pegada traz algo novo, que quebra um pouco da ação desenfreada, mas que é bastante recompensadora por conta dos controles precisos. É possível pular duas vezes para atingir plataformas na vertical e somar isso a um impulso para frente que também pode ser ativado por duas vezes. Com isso, os jogadores terão de saltar em barras, plataformas e também combater utilizando essas habilidades, se aproximando ou se distanciando dos inimigos da maneira como acharem melhor.

Mais narrativa

Um fator recorrente nos trailers do Doom Eternal e que chamaram a atenção dos veteranos foi a quantidade de cutscenes. Como assim Doom com cutscenes? É melhor ir se acostumando, pois isso será parte da experiência de Eternal.

O jogo contará em detalhes como a terra foi invadida, vai levar o Slayer de volta ao inferno para enfrentar demônios, ao céu para enfrentar seres angelicais e muito mais. Tudo isso vai ter uma carga cinemática maior, que esperamos, não comprometa a ação frenética de sempre.

Novidades no gameplay

O arsenal de Doom está mais variado e mortal do que nunca. Além das variações nas armas do jogo anterior, como o ganho da super shotgun, há também velhas conhecidas voltando. Uma besta com disparos explosivos, um lança chamas que derruba recuperadores de armadura dos inimigos, granadas de gelo e muito mais virão por aí.

Em relação aos inimigos, uma novidade muito festejada é como você pode destruí-los aos poucos. Cada tiro tem o potencial de arrebentar uma parte do demônio, o que embora não influa diretamente no gameplay, parece do c@*(@.

Para aqueles que curtem o desafio, será possível ativar a invasão de outros jogadores, no melhor estilo Dark Souls. No meio da ação, algum invasor pode pintar na jogada, as vezes mais de um deles, e o combate vai rolar sem freios. Quais as recompensas por isso? Ainda não sabemos.

Outra novidade no mínimo inusitada é a possibilidade de customização do Doom Slayer. Há opções retro, modernas e até cômicas, como uma roupa de unicórnio. Para quem gosta de personalizar seus personagens, a novidade é super bem vinda.

Requisitos no PC

Os primeiros requerimentos divulgados não estavam corretos e pediram uma máquina bem mais potente que o esperado. A ID logo tratou de arrumar o engano e você pode conferir neste artigo os requisitos que você precisará ter para jogar Doom Eternal.

Preços

Doom Eternal vai estar disponível para PC, PlayStation 4, Xbox One, Stadia no dia 20 de março e algum tempo mais tarde no Switch, em uma data a ser confirmada. No PC você pode comprar o jogo em diversas lojas, com o preço cheio de R$ 249 na versão básica. O mesmo valor também vale para o Xbox One e o PS4. Já o Switch ainda não tem o Doom Eternal na Eshop brasileira. Na gringa, está saindo por US$ 60.

Embora o Stadia esteja com o jogo confirmado, o serviço de streaming ainda está longe de engrenar e não tem previsão de chegada ao Brasil.

Importante ressaltar que se você comprar o game na pré-venda, receberá junto com ele o remaster de DOOM 64 sem custo adicional.

Edição de colecionador

A edição de colecionador do Doom Eternal está simplesmente incrível. Se liga no que vem:

  • Uma cópia de luxo de Doom Eternal em um estojo metálico exclusivo, projetado pelo designer gráfico e ilustrador Gabz em colaboração com a Mondo.
  • Uma réplica em tamanho real e utilizável do capacete do Doom Slayer.
  • Uma fita cassete de verdade, além de códigos de download para cópias digitais das trilhas sonoras completas de Doom (20160 e Doom Eternal de Mick Gordon.
  • Doom Lore Book (Livro da História de Doom) com trabalhos artísticos personalizados da id Software.
  • A litografia “The Gift of Argent Power” (A Dádiva do Poder Argento) de 27,94 cm x 43,18 cm.

Infelizmente o preço assusta. No Brasil é possível encontrar essa edição apenas em certos locais, que a estão vendendo por mais de R$ 2.000,00.

O que esperar

Com todas as adições e melhorias no jogo, Doom Eternal deve superar o seu antecessor, que foi um dos melhores títulos do seu ano. Com momentos narrativos e sessões inteiras com travessia por plataformas, o jogo precisa provar que não vai perder a mão e minar a velocidade e brutalidade características da série.

Por todos os comentários até o momento, tudo leva a crer que Doom Eternal será um dos melhores shooters do ano, da geração e quem sabe da história. Simplesmente imperdível para os amantes do gênero.