Share Button

Divulgação

A Konami nunca lançou um console, mas ela arranjou um para entrar na onda dos minis: o TurboGrafx-16, ou como era mais conhecido no Japão, PC-Engine.

Produzido pela NEC em parceria com a saudosa Hudson Soft (que foi adquirida pela Konami em 2012, o que tornou possível o lançamento do mini), o console não foi muito popular por aqui (ou na maior parte do mundo, exceto o Japão), mas foi a casa de excelentes jogos.

Lançado em 1987, tinha uma CPU principal de 8 bits, mas com um processador gráfico de 16 bits, que permitia jogos com visuais no nível do Mega Drive ou Super Nintendo, que foram lançados depois.

O PC Engine foi também o primeiro console a utilizar um leitor de CD-ROM, que permitia jogos com músicas digitais, vozes e animações de melhor qualidade. Outro upgrade do sistema era o uso de cartões (e também o Super CD-ROM²) que aumentavam sua memória RAM, permitindo jogos mais complexos, como Art of Fighting e Fatal Fury Special.

Sobre a sua versão mini, a Konami anunciou que ela virá um controle, ligação HDMI e com alguns jogos instalados, mas não revelou quantos, embora seis títulos tenham sido anunciados, veja abaixo:

EUA/Europa

  • R-Type
  • New Adventure Island
  • Ninja Spirit
  • Ys Book I e II
  • Dungeon Explorer
  • Alien Crush.

Japão

  • Dungeon Explorer
  • Ys Book I e II
  • Bonk’s Adventure
  • Dracula X
  • The Kung Fu/China Warrior
  • Super Star Soldier.

Outros jogos serão revelados “em breve”, diz a empresa. Podemos notar na lista que há jogos em versão cartão (mais simples) e também de CD (mais complexos), o que é uma excelente notícia, já que vários dos melhores jogos do console eram em CD, como Dracula X ou Ys Book I e II (com uma maravilhosa trilha sonora de Yuzo Koshiro rearranjada por Ryo Yonemitsu).

Valor ou data de lançamento não foram revelados ainda.