Share Button

A Electronic Arts é uma das maiores empresas de games do mundo. Por mais que alguns fãs tenham problemas com seu modelo atual de negócios, ainda é uma organização muito influente – com mais de 9 mil funcionários por todo mundo.

Porém, infelizmente, a notícia não é boa desta vez: a companhia confirmou a demissão de 350 trabalhadores. O motivo alegado foi que “diminuirão sua presença no território russo e japonês”.

E esta não foi a primeira notícia recente, e negativa, da EA. Recentemente, anunciaram o cancelamento de um jogo da franquia Star Wars, com foco Single-Player – o estúdio responsável pelo desenvolvimento do produto foi fechado.

A grande Activision Blizzard, competidora direta da Electronic Arts, despediu quase 800 funcionários em fevereiro deste ano.

Apesar do tom “não tão alarmante” da empresa de jogos, a mídia internacional afirmou que a EA não apenas “diminuiu” sua presença japonesa, mas que também fechou completamente sua sucursal na Terra do Sol Nascente.