Share Button

Divulgação

Elon Musk, o controverso CEO da Tesla Motors, passou por mais uma situação polêmica, para não dizer bizarra, recentemente ao compartilhar em seu perfil no Twitter uma arte de fã de 2B, protagonista de Nier: Automata.

Musk, que é um fã declarado de videogames, compartilhou a arte mas não deu créditos à artista francesa original, chamada Meli Magali – confira a imagem abaixo:

Isso fez com que vários internautas criticassem a atitude do empresário, já que ele possui mais de 27 milhões de seguidores na rede social, o que colocaria o nome da artista em evidencia.

Mas ao invés de dar crédito a Magali, o bilionário empresário respondeu os tweets, já deletados, que não faria isso – confira no print abaixo:

Ele não deu nenhum motivo para não creditar a artista, mas chegou a dizer: “Eu gostaria que as pessoas parassem de creditar artistas no twitter quando qualquer idiota pode descobrir quem era o artista em segundos. Está destruindo o meio online“.

Ele não explicou como exatamente dar crédito a um artista está “destruindo o meio“, mas essa afirmação só atraiu mais críticas dos usuários do Twitter.

Eventualmente, aparentemente farto da reação negativa, Musk excluiu os tweets em questão e depois mudou sua foto de perfil para um círculo preto, que agora tem escrito “I Love Fanart”.

Ele então fez mais um post (também já deletado), onde dizia que “acabou de excluir sua conta no Twitter” – veja print mais abaixo. Na verdade, o twitter de Elon Musk ainda está online, embora ele não tenha postado mais nada disso depois disso.

Magali agradeceu em sua conta no Twitter o apoio dos seguidores: “Hey pessoal, eu não sei o que dizer… Apenas paz e obrigada a todos. Seu apoio me fez muito feliz”. No fim das contas, a artista conseguiu o merecido reconhecimento.