Share Button

Divulgação

A cada dia que passa a Epic Games Store vem aumentando a sua quantidade de jogos exclusivos disponíveis, feito conquistado graças as suas taxas menores de receita cobrada aos produtores, o que gerou uma rivalidade com a loja digital Steam da Valve.

Recentemente Tim Sweeney, fundador e CEO da Epic Games, disse no Twitter que acabaria com os acordos de exclusividade se o Steam deixasse de cobrar os 30% atuais e e oferecesse 88% da receita para os desenvolvedores – valor oferecido pela Epic.

O domínio de 30% das lojas é o problema número 1 para desenvolvedores de PC, publishers e todos que dependem dessas empresas para seu sustento. Estamos determinados a corrigi-lo e essa é a única abordagem que afetará grandes mudanças“, disse ele em uma conversa na rede social.

Se o Steam se comprometesse com uma participação de receita permanente de 88% para todos os desenvolvedores e publishers sem grandes amarras, a Epic rapidamente organizaria um retiro de exclusividades (respeitando os compromissos de nossos parceiros) e consideraria colocar nossos próprios jogos no Steam“, comentou ainda.

Ele ainda falou que se isso acontecesse, seria “um momento glorioso na história dos jogos para PC e teria um impacto arrebatador em outras plataformas nas próximas gerações“.

E aí Valve, a bola está com você agora!