Share Button

Para acirrar ainda mais a disputa com o Steam, a Epic Games atualizou a sua política de reembolso. Desta vez, se o pedido for feito em até 14 dias após a compra do aplicativo e se o game tiver menos de 2 horas de jogo, você poderá pedir o retorno do pagamento efetuado.

Como podemos observar, são praticamente os mesmos requerimentos que o serviço da Valve disponibiliza. Com relação às compras efetuadas dentro do esquema de “pré-venda“, o reembolso poderá ser solicitado em qualquer momento anterior ao lançamento do produto – e o valor devolvido, obviamente, será integral.

Para quem quiser saber mais informações sobre o funcionamento da funcionalidade destaca aqui, acessem o site oficial com suporte completo ao nosso idioma.

Com apenas dois meses de vida, a Epic Games Store almeja ser uma grande concorrente da famosa Valve. Com acordos mais interessantes para as produtoras de jogos, cobram 12% de faturamento de venda para disponibilizarem os seus produtos no seu mercado digital; o Steam, por sua vez, cobra uma quantia de 30% de faturamento, fazendo assim “pesar na balança” no momento no qual uma empresa quiser vender o seu jogo em alguma plataforma especializada.

Porém, no presente momento, a Epic ainda não permite que os usuários comprem usando o Real. O Dólar ainda é a única opção em muitos países, apesar de que estão adaptando aos poucos o suporte para diversas regiões – começando pelo suporte aos mais diversos idiomas, em diversas partes da aplicação. 

A famosa Ubisoft, dados os motivos destacados acima, escolheu distribuir The Division 2 na loja da Epic, deixando de fora o Steam. O jogo já estava listado na plataforma da Valve, mas removeram a página após um novo acordo entre as empresas.