Share Button

Assim como muitos fãs e a crítica especializada, Jared Leto parece que ficou insatisfeito com o resultado final do seu Coringa mostrado recentemente no filme “Esquadrão Suicida“, dizendo que várias cenas feitas por ele foram cortadas da edição final, e seriam, inclusive, suficiente para fazer um filme solo do icônico vilão.

Eu acho que eu entreguei o melhor de mim em cada cena, e consegui filtrar toda essa loucura, porque eu queria dar um monte de opções, e eu acho que filmamos cenas suficientes neste filme para um filme solo do Coringa. Se eu morrer amanhã, talvez o estúdio lance esse filme”, afirmou ironicamente em recente entrevista à BBC Radio 5.

Ele também revelou que esperava que o filme ganhasse uma classificação R, para maiores de 17 anos. “Eu sempre quis que este filme fosse Rated R, seria um filme sobre vilões muito melhor“, confessou.

Recentemente, o diretor David Ayer disse que a versão do cinema é a sua “versão do diretor” e que há apenas uns 10 minutos de cenas extras.

Já assistiu “Esquadrão Suicida“? Veja o que achamos dele (e do Coringa de Leto) em nossa crítica.