Share Button

Divulgação

Depois de anos de pressão pública e várias críticas, a Sony começou a permitir o crossplay no PlayStation 4 no ano passado, mesmo que seja apenas em alguns poucos títulos como Fortnite e Rocket League.

Mas apesar das tentativas da empresa japonesa, vários desenvolvedores já se manifestaram dizendo que é a própria Sony que está dificultando a implementação do crossplay, mas para um estúdio o pensamento de não querer “compartilhar o seu quintal” com os outros faz sentido, do ponto de vista dos negócios.

Dave Bars, fundador do estúdio indie BARS Studios, disse recentemente que, embora entenda por que os jogadores se sintam frustrados, também é compreensível que a Sony não esteja entusiasmada com esse compartilhamento.

Há várias razões pelas quais você escolhe um console em detrimento do outro“, disse Bars em entrevista ao Gaming Bolt. “Jogos exclusivos, simpatia à marca etc. Mas há também uma razão muito forte, que é uma das mais importantes. ‘Todos os meus amigos estão jogando no console xy. Depois de decidir comprar o outro console, você decide não poder jogar com seus amigos‘”.

“‘Eu estou comprando um PlayStation porque todos os meus amigos estão jogando em um PlayStation’ é um argumento chave que tem um grande impacto nas vendas. Não faz sentido para a Sony renunciar a isso, já que eles têm números de vendas significativamente maiores do que o Xbox. Então, do ponto de vista de um jogador, isso é realmente decepcionante, porque todo mundo quer escolher o seu console favorito e poder jogar com os amigos em todas as plataformas. Mas do ponto de vista comercial, é compreensível“.

O pensamento de Bars tem lógica, ainda mais lembrando que a Sony recentemente revelou que o PS4 está próximo de alcançar a histórica marca de 100 milhões de unidades vendidas – um número que os principais rivais, Switch e Xbox One, estão bem longe de alcançar.