Notícias

Executivo da PlayStation é demitido após ser acusado de pedofilia

George Cacioppo, que era o vice-presidente sênior da PlayStation Network desde 2013, foi supostamente pego tentando realizar um encontro sexual com uma pessoa que estava se passando por um menino de 15 anos, de acordo com um grupo de caçadores de pedófilos chamado People v. Preds, que publicou um vídeo a respeito no YouTube.

Segundo o que foi informado, Cacioppo conversou com uma pessoa que dizia ter 15 anos de idade no Grindr, uma rede social voltada para homossexuais. O executivo então teria então trocado fotos com esta pessoa e enviado a ela seu endereço para que pudessem ter relações sexuais.

O executivo é visto sendo abordado do lado de fora de sua casa no vídeo, vestindo uma camisa do PS5, antes de fechar a porta para a pessoa por trás da câmera, que o acusou de se aproximar sexualmente de quem ele acreditava ser um garoto de 15 anos.

Em uma declaração fornecida ao site CNET, a Sony confirmou que Cacioppo foi demitido: “Estamos cientes da situação e o funcionário em questão foi demitido,” disse a Sony.

Não ficou claro se as autoridades foram avisadas, e a CNET esclarece que a polícia ainda não havia dado uma declaração sobre o assunto.

Um representante do People v. Preds disse ao site Kotaku que a razão pela qual o vídeo foi tornado público ao invés de ter sido enviado à polícia, é que “o departamento de polícia não trabalha com ‘grupos cibernéticos’ como nós. É nessa hora que a internet assume o controle”.

Via VGC

Artigos relacionados