Share Button

Todo fã da franquia “Resident Evil” sabe que Chris Redfield passou por várias transformações visuais durante os anos. No primeiro e, consequentemente, na sua versão reconstruída, era um jovem esguio. O estilo original foi considerado até “Code Veronica”, lançado alguns anos depois para diversas plataformas.

Em “Resident Evil 5” e “6”, surpreendendo muitos fãs – agradando alguns e irritando outros -, ele adotou um visual com ênfase em músculos grandes, como se fosse um fisiculturista. Alguns alegaram que era coerente, porque era um jeito de permanecer forte na luta constante e mortal contra armas biológicas Outros, por sua vez, acharam que os responsáveis desvirtuaram demais o design, querendo agradar mais o público ocidental – teoricamente, com muitos fãs de “bombados”, como os da franquia “Gears of War”.

Porém, mais uma vez, em “Resident Evil 7”, o personagem sofreu mais uma mudança visual significativa. Muitos jogadores achavam que era uma pegadinha da Capcom – sendo, na verdade, outro indivíduo se passando pelo Chris. Pouco depois da sua apresentação, a desenvolvedora japonesa confirmou o novo aspecto físico do veterano – inclusive, um DLC do sétimo game apresenta o combatente como protagonista.

A decisão foi tomada quando adotaram um estilo mais realista, com a utilização do, até então, novo motor gráfico. A alteração mais recente não foi muito bem recebida inicialmente; contudo, alguns fãs se acostumaram com a ideia… eventualmente.

De toda forma, seja como um combatente esguio ou como um “fisiculturista” que esmurra violentamente os obstáculos, Chris Redfield é um dos personagens mais icônicos e adorados. É comum, então, muitos seguidores homenagearem um protagonista há tanto tempo presente no mundo dos jogos.