Share Button

Está nos planos da Sony desligar os servidores de Gravity Rush 2 no próximo dia 18 (2h da manhã do dia 19 no caso do Brasil) e com isso, fazer que sumam todas as funcionalidades online do game.

Conforme detalhado pelo blog Gravity Rush Central, deixarão de funcionar placares de líderes, corridas contra os fantasmas de outros jogadores, o recebimento e envio de caças ao tesouro e a possibilidade de ver e enviar fotos quando os servidores saírem do ar.

Também não dará mais para obter Dusty Tokens, conseguidas por meio da interação com os recursos online e necessárias para destravar recompensas como trajes, itens de fotografia e poses.

Além disso, sem as caças ao tesouro, ficará “injustificavelmente difícil” encontrar muitos itens, incluindo móveis para sua casa e talismãs que melhoram seus atributos.

O blog apresentou um gráfico no qual mostra um número crescente de usuários jogando Gravity Rush 2 desde abril de 2017 e começou uma campanha para espalhar a hashtag #DontForgetGravityRush (não se esqueça de Gravity Rush) em um esforço para tentar convencer a Sony a reconsiderar sua decisão de desligar os servidores do jogo.

Fãs estão contatando o Japan Studio da Sony, responsável pelo game, o presidente da SIE, Shawn Layden e o presidente da Sony Worldwide Studios, Shuhei Yoshida, além de deixarem comentários nas páginas de YouTube e Facebook do Japan Studio.

Ficamos na torcida para que a Sony desista da ideia de desligar os servidores de Gravity Rush 2, ou pelo menos adie a decisão, da mesma forma que ocorreu em janeiro.

Via Eurogamer