Curiosidades

Final Fantasy V: O favorito de Sakaguchi antes da chegada do IX | BASTIDORES

Dois jobs cancelados deram origem a personagens do Final Fantasy VI

Logo após o lançamento do quarto episódio da série para o Super Nintendo, a Squaresoft começou a idealizar uma sequência para dar continuidade a franquia. Para o Final Fantasy V, o produtor da série Hironobu Sakaguchi e Yoshinori Kitase escreveram a história juntos. Segundo Kitase, ambos revezavam.

“Sr. Sakaguchi e eu trabalhamos no roteiro de forma revezada, então quando nós íamos trabalhar, a primeira coisa que fazíamos era checar os dados do outro para assegurarmos a continuidade. Víamos o trabalho um do outro e pensávamos ‘vou fazer algo ainda melhor’ como uma competição“, disse Kitase a revista japonesa Famitsu (via Kotaku).

A ideia dos Jobs veio de Tetsuya Nomura, funcionário recém-contratado da empresa, para ampliar o conceito proposto em Final Fantasy III para o Nintendinho. Ele escrevia a mão suas ideias e também desenhava. Duas profissões acabaram ficando de fora, como um ninja com um cachorro e um jogador de cartas, mas estes foram descartados e depois reaproveitados no jogo seguinte para desenvolverem os personagens Shadow e Setzer, respectivamente.

Final Fantasy V: O favorito de Sakaguchi antes da chegada do IX | BASTIDORES
Reprodução

Sakaguchi também disse que às vezes os jogos de RPG forçavam muitas imagens simultaneamente, e os jogadores ficavam confusos e, por isso, a Square fez uma extensa pesquisa para fazer com que os jogadores se sentissem envolvidos com o game de modo orgânico, mesmo melhorando os visuais e efeitos sonoros.

A versão original do game nunca chegou ao ocidente. O tradutor Ted Woolsey disse em uma entrevista no ano de 1994 que o jogo não era “muito acessível aos jogadores comuns”. No ano seguinte, houve planos de traze o jogo sob o nome de Final Fantasy Extreme, mirando em jogadores “mais experientes que amam um sistema complexo de desenvolvimento de personagens”. Woolsey traduziu quase todo o jogo, mas a Square acabou “voltando atrás” por achar que os EUA não estavam preparados para receberem este game.

Depois houve mais uma tentativa de lançamento do game no mercado americano no ano de 1997, mas desta vez fazendo um port do Super Famicom para computadores. Para isso, a Squaresoft contratou um estúdio chamado Top Dog, que chegou a desenvolver boa parte da conversão, mas por problemas de comunicação entre ambos os lados, o projeto foi cancelado, mas a tradução realizada serviu como base para o lançamento do game no mercado americano em 1999 com a compilação Final Fantasy Anthology do PlayStation.

Vale dizer que antes da chegada de Final Fantasy IX, o V era o favorito de Hironobu Sakaguchi.

Artigos relacionados