Share Button

Quem não gosta de batalhas épicas travadas por Cavaleiros, Vikings ou Samurais? Atenta a estes gostos populares, a Ubisoft pensou em unir os três mundos em um único game com duelos intensos e personagens que representam de maneira vigorosa cada uma das classes propostas. Este é For Honor, um jogo que traz em seu DNA as classes guerreiras que caíram no gosto da cultura pop.

Ao todo são 12 personagens jogáveis.

For Honor é um jogo de ação e Hack and Slash dividido em Campanha e Multiplayer, que por sua vez conta com três modos de game: Duelo (1×1), Mata Mata (2×2) e Domínio (4×4). A campanha conta com três atos, sendo cada um destinado a uma das classes do jogo. Com um enredo bem raso, a história torna-se importante apenas para acumular experiência, conhecer os personagens e ganhar um dinheiro extra.

Mapa do game e seus modos de jogo.

Já os modos multiplayer podem ser jogados com jogadores reais e bots, que podem lutar contra você ou te auxiliar nas lutas. O Duelo é uma batalha um contra um em cenários curtos, o Mata Mata é uma partida para quatro jogadores (dois de cada lado) em cenários te tamanho intermediário; o Domínio é uma partida para oito jogadores (quatro de cada lado) em cenários amplos e com objetivos para serem cumpridos e acumular pontos até alcançar a vitória.

Aprender os comandos não é difícil. Embora pareçam complexos no primeiro contato, após uma hora ou duas horas jogando já não restará dúvidas sobre como controlar de maneira básica os personagens. Porém, para vencer as partidas é preciso entender como seu guerreiro funciona e qual é a melhor tática para sobreviver aos ataques de cada um dos demais heróis disponíveis.  Por exemplo, enquanto Shugoki precisa atacar de perto com seus golpes fortes e continua seu ataque mesmo que seja golpeado, Nobushi usa sua lança para acatar seus inimigos a distância, entretanto se for golpeada é difícil conseguir se recompor.

Antagonista do modo campanha.

For Honor não se trata apenas de sair por aí batendo. É preciso analisar seu inimigo e também se aproveitar dos recursos do cenário para criar uma armadilha, como por exemplo, derrubar o adversário de uma altura ou empurra-lo para o fogo. Durante as partidas co-op o trabalho em equipe faz toda a diferença, por isso, o Headset é altamente recomendado quando se joga. Bolar estratégias e pedir a ajuda de seus parceiros poderá salvar sua pele em muitas situações, e quanto mais equilibrado for o time, maiores são suas chances de saírem vitoriosos.

É preciso dizer que a recompensa monetária estava mais justa no Beta, por isso, é necessário “suar a camisa” um pouco mais para arrecadar uma boa grana no game. Felizmente, muitos acessórios são conquistados à medida que se vence as partidas e se sobe de nível.

Os gráficos mantêm a qualidade do beta, sendo um jogo muito bonito. Os cenários épicos esbanjam a decadência causada pela guerra e com detalhes fiéis que representam cada uma das classes. Já as armaduras são bem-feitas, detalhadas e chamam a atenção pelos ornamentos. A possibilidade de edição é um trunfo que permite deixar os heróis personalizados e também com melhorias, graças a possibilidade de trocar as partes das armaduras e também fazer upgrade nas qualidades.

Personalização de personagem.

For Honor é uma aposta promissora da Ubisoft e irá agradar aqueles que gostam de guerras épicas e uma boa pancadaria. A jogabilidade repleta de possibilidades promete desafios, vitórias e derrotas durantes as partidas, mas não importa o resultado, aquele gosto de quero mais estará sempre presente na jogatina.