Share Button

Com mais de 500 mil de cópias vendidas antes do lançamento, Fortnite já pode ser considerado um sucesso mesmo sem “estar pronto”. Desenvolvido pela People Can Fly junto a Epic Games, o título é um jogo sandbox com defesa de torre cooperativo que pode ser jogado em partidas privadas e públicas com até três pessoas. Confira nossa análise.

A versão que está à venda no momento é um Beta Fechado, destinado a todos aqueles que gostariam ter acesso antecipado ao game. A partir do ano que vem (sem data definida) o jogo será free-to-play e quem já comprou e está jogando não perderá seu progresso.

O enredo é sucinto e segue a moda dos zumbis. No game, praticamente toda a população humana desapareceu do nada e os poucos que sobraram formam uma resistência que luta contra zumbis que surgem durante misteriosas tempestades rochas. Alguns destes monstros, de forma humana, são comuns, já outros tem habilidades especiais como, por exemplo, o jogador de baseball que atira bolas no seu personagem.

A sua missão junto a seus amigos é proteger o objetivo até que a onda da tempestade passe. Mas para defende-lo é necessário construir uma base, e aí que começa a diversão. Para construir uma base é necessário craftar os materiais madeira, ferro e tijolo, que após coletados ajudam a construir paredes, escadas e barreiras. Além disso materiais extras ajudam a construir armadilhas e também a criação de armas e munição.

Com elementos de RPG é possível upar seus personagens bem como armas e armadilhas, deixando seu arsenal e construções mais fortes para lidar com os inimigos. A medida em que se joga cartas são desbloqueadas e estas cartas podem ser utilizadas para fortalecer suas habilidades, inclusive evocar personagens suporte (NPCs) que ajudam na defesa do objetivo.

A curva de aprendizagem nos consoles é intermediária, pois a interface e os comandos são bem diferentes do que estamos acostumados por aí, mas depois de mais ou menos duas horas jogando já não se tem nenhum problema com o game. Para um jogo que oferece tantos recursos a dificuldade poderia ser mais elevada. As partidas são divertidas, mas devido ao baixo desafio passam um ar de casualidade.

Os gráficos são no estilo cartunizado e bem bonitos, os cenários, embora bem repetitivos, chamam a atenção pelos detalhes e capacidade de serem destruídos, pois desde pequenos arbustos a grandes casas podem ser inteiramente destruídos e virar material para seu personagem. Fortnite traz uma proposta interessante de jogo multiplayer.

Fortnite é um parque de diversão e mesmo no estado Beta já agrada pela boa estabilidade online e liberdade para deixar a imaginação fluir. Alguns retoques podem deixar o título ainda mais polido, como um mini-mapa que exiba detalhes do ambiente ao invés da “visão de radar”, ajuste de dificuldade nas partidas e mais modos de jogo.  No momento a versão standard é a que mais vale a pena ser adquirida.