Share Button

Uma garotinha de 11 anos de idade – que foi “forçada” a escrever uma carta para uma empresa para um trabalho de escola – escreveu para a Nintendo e em troca ganhou um Nintendo DS.

Antes que você comece a escrever uma carta para a Big N pedindo um DS ou Wii, saiba que a empresa vai avaliar o seu pedido antes.

A garotinha diz na carta que apesar de ter um Wii, seu sonho era ter um Nintendo DS, mas seus pais se recusaram a dar. Ela diz que está mandando a carta por ser um trabalho de escola e no final da carta ela pede como presente um DS.

E não é que a empresa se comoveu com a carta e além de responder, mandou o portátil para ela?

De acordo com a assessora de imprensa da Nintendo da Austrália, a “Nintendo sempre liga para a escola, hospital, reformatório ou seja o que for para garantir sua legitimidade. Neste caso em particular, a Nintendo ligou para a escola e falou com o diretor”.

Depois de falar com o diretor, a Nintendo decidiu mandar um DS e um game “adequado para crianças jogarem”.  Quanto à quantidade em que isso acontece, a assessora disse “que a Nintendo não doa rotineiramente produtos em respostas de cartas. De vez em quando, nós doamos produtos para escolas, hospitais ou asilos”.

Porém quando isso acontece, normalmente não ganha repercussão na imprensa, inspirando milhões de pessoas a fazerem a mesma coisa. Quanto isso, a assessora disse que “esperamos não receber um afluxo de cartas que não poderemos responder”.