Share Button

Nós da Gamehall tivemos a oportunidade de acompanhar a primeira edição do Geek and Games Rio Festival, evento que aconteceu no Riocentro entre os dias 21 e 23 de Abril.

Entre os destaques estava a presença de Tim Schafer, responsável por grandes sucessos de aponte e clique da LucasArts (Grim Fandango, Monkey Island, Full Throttle) e que deu informações curiosas sobre o desenvolvimento de vários games; além dele, houve a presença do Youtuber Zangado, os Castro Brothers, 99 vidas, e outros. Fora os campeonatos de League of Legends, Counter-Strike: Global Offensive e Rainbow Six Edge.

PALESTRAS

Durante o primeiro dia, Tim Schafer disse em entrevista concedida ao canal IGN Brasil, que “trabalhar no remaster do game (Full Throttle), assim como Day of the Tentacle, é como trabalhar na restauração de uma obra de arte muito antiga. Full Throttle tem 22 anos e para fazer esse trabalho, levamos o mesmo tempo para criar o game em 1995. Para mim, uma das coisas mais legais é que oferecemos o visual original junto com os remasters. Eu tenho momentos em que gosto de jogar com o visual do passado, quando lembro das animações que fizemos na época. Em outros, quero ver o visual novo.”

Entre outras curiosidades, Schafer explicou que a aguardada sequência de Full Throttle, cancelada ainda nos anos noventa, foi a melhor decisão da LucasArts. Segundo ele, Schafer não tinha nada a ver com a sequência, e este game não possuía quase ligação nenhuma com o jogo original –“Foi melhor que o jogo não tenha saído do papel” – disse.

Ele disse que incluiu o Day of the Tentacle no jogo Maniac Mansion devido as animações do game, já que parte delas era em torno de 200KB, e este era o tamanho completo do MM; e que ele desconhecia o sucesso dos games fora dos Estados Unidos, já que no início dos anos noventa as pessoas não tinham internet.

Quanto ao Zangado, o momento mais marcante foi o encontro dele com David Lloyd durante o segundo dia, o desenhista dos quadrinhos de V de Vingança, e, portanto, o criador da máscara que virou símbolo do youtuber até o ano passado. Durante a apresentação, ele disse: “É emocionante estar aqui. Adoro a história que vocês criaram”, enquanto Lloyd disse que o objetivo dele em V de Vingança era passar uma mensagem de um mundo melhor.

Por fim, o terceiro dia trouxe diversas pessoas famosas que andam se destacando de alguma forma no mundo gamer. Incluindo os youtubers Bruno Bock e Rolandinho (canal Pipocando), Christie Holden, autora dos livros de Warcraft e Assassin´s Creed e também uma palestra com o Grupo Epic, ensinando a como empreender no mercado Geek.

CAMPEONATOS

Do outro lado do evento, na Gamer Stadium, estava acontecendo o campeonato de Rainbow Six Edge durante o primeiro dia, sendo que a equipe vencedora foi a Dexterity, vencendo os Black Dragons por 3 a 2.

No segundo foi a vez de Counter-Strike: Global Offensive, com campeonatos no sistema melhor de três. Quem levou a melhor no time masculino foi a Team One, em uma competição aparentemente tranquila; já no time feminino, a equipe vencedora foi a Victory, após uma disputa bem acirrada com a ProGaming.

Por fim, no terceiro dia houve campeonatos de League of Legends em competições de melhor de cinco, sendo que a INTZ levou a melhor e venceu a Pro Gaming por 3 a 0.  Após cada um dos campeonatos, houve disputas de Just Dance no palco, porém apenas em caráter lúdico.

ARCADES E LOJAS

Ao longo dos três dias de evento, os fãs do mundo Geek puderam adquirir diversos artigos referentes aos seus personagens favoritos com as diversas lojas que permeavam o evento.

Além disso, havia diversos jogos disponíveis para serem jogados, incluindo arcades e consoles, sendo que o grande destaque foi para o Tekken 7: Fated Retribution, disponibilizado pela Bandai Namco, sendo que este será lançado oficialmente apenas no mês que vem.

Numa conversa informal que tive com o jogador Marcelo Tavares, ele disse: “este game é tudo que eu esperava e mais um pouco. Acompanho a série desde o primeiro título no Playstation 1, e sempre fico com altas expectativas diante de um novo título da série. Porém, este conseguiu cumprir tudo o que prometeu e foi além. Estou adorando os gráficos do jogo”. 

Forza Motorsport 6 também estava disponível, assim como diversos jogos indies, em especial dos desenvolvedores brasileiros.

WARLOCK´S TOWER – CONVERSAMOS COM SEU DESENVOLVEDOR

Um dos maiores destaques no cenário indie brasileiro foi o jogo “Warlock´s Tower”, que teve seu lançamento no dia 31 de janeiro deste ano, e estava em exposição.

Conversando com um dos líderes do projeto, Ygor Speranza, obtivemos informações bem interessantes sobre o game indie que mistura enigmas, gráficos de Gameboy semelhantes a Pokémon, boa trilha sonora, e um sistema inteligente de resolução de fases.

Segundo Speranza, no game você assume o papel de um carteiro que invade uma torre amaldiçoada, e cada passo que ele dá, ele pede um ponto de vida. A ideia é você pegar os itens que recuperam o seu “fôlego”, e planejar cautelosamente os passos que você deve dar para encontrar a saída. São mais de cem fases com nível de dificuldade progressivo, oferecendo um desafio bastante elevado durante a reta final.

O desenvolvedor também explica que o game tem como objetivo ser nostálgico, e ter apelo aos antigos e novos jogadores, além de trazer uma experiência diferenciada quanto aos outros jogos do mercado. Quanto a recepção do título, Speranza diz que até o momento todas tem sido muito boas, apesar de ainda não terem conseguido o engajamento do grande público – “Os que jogaram estão se amarrando no título, e ele está sendo bastante elogiado” – diz.