Share Button
KaBuM! e-Sports adquire line-up da Stars e anuncia entrada no cenário de Free Fire (Foto: Divulgação/KaBuM)

Uma das principais organizações de League of Legends do país, a KaBuM! e-Sports anunciou oficialmente na última quinta-feira (12) a sua entrada no cenário de Free Fire, adquirindo o time da Stars, terceiro colocado no campeonato nacional Free Fire Pro League 2019.

É a primeira vez, desde a época do CS:GO, que a organização estruturada no LoL investe em outra modalidade. Gabriel “FalleN“, Fernando “fer” e outros grandes jogadores do cenário internacional do FPS já passaram pela mãos da equipe no início de suas carreiras como grandes nomes.

O investimento no Battle Royale da Garena, segundo Vinicius Aguiar, Head da equipe, é uma oportunidade para a KaBuM! se conectar com um novo público que está embarcando no cenário de esports, nesse caso, o mobile.

“O cenário de Free Fire, apesar de novo, já é uma realidade. Vimos uma comunidade muito apaixonada e, de certo ponto, carente de equipes com mais estrutura e know-how. Por isso, encontramos ali uma oportunidade de nos conectarmos com um público novo e que merece ser reconhecido. Essa comunidade está quebrando uma nova barreira em esports (mobile) e nós vamos apoiá-la”, declarou Vinicius em entrevista ao GameHall.

Outras grandes organizações como INTZ, paiN Gaming e Vivo Keyd também investem no cenário competitivo de Free Fire. Vinicius acredita que isso acontecer por se tratar de um cenário novo que está cada vez mais mostrando um potencial gigantesco. Para ele, isso proporciona oportunidades de investimentos de organizações com maior estrutura, isso tudo somado à aplicação de experiência adquirida ao longo dos anos.

“De maneira geral, acredito que todos ganham. Os players, por passarem a contar com uma estrutura mais robusta e a segurança de uma organização renomada, que age com seriedade e, o cenário, que passa a ter times de relevância, sendo capazes de proporcionar um alcance maior de pessoas e marcas para a modalidade, além de torná-lo mais profissional e competitivo. Consequentemente, o Brasil obtém maiores possibilidades de projeção internacional”, continuou.

Os cinco jogadores que representarão os Ninjas e desfrutarão de toda a estrutura fornecida por eles serão Charles “THANOS“, João Vitor “PROZIN“, Murilo, Ronald e Robert “PRICE“, líder do quinteto, que anteriormente defendia a Stars. Vinicius contou que a organização sondou diversas equipes antes de chegar a um veredito, buscando sempre o diálogo e a troca de experiências com profissionais já envolvidos no cenário alvo. 

“Quanto à Stars, em si, os resultados e desempenho já são considerados bons, mesmo sem toda a estrutura que a KaBuM! e-Sports poderá oferecer. A partir disso, temos a convicção de que eles têm potencial para chegar ainda mais longe. Na primeira conversa que eu tive com o Price, líder do projeto da Stars, era visível a vontade de ganhar, melhorar e atingir o “next level”. Uma vez que os pontos foram fechando e as conversas evoluindo, maiores foram as expectativas com o futuro que nos espera, junto a essa galera”, comentou o Head.

Depois de ser questionado com relação ao investimento em novas modalidades, Vinicius não negou que a KaBuM! esteja sondando o mercado. Entretanto, as prioridades no momento, afirmou ele, estão voltadas para a estruturação do time de Free Fire, modalidade na qual eles buscam atingir um nível tão alto quanto o da equipe de LoL, tricampeã brasileira na modalidade.

“Sempre tentamos ao máximo executar os nossos projetos da melhor maneira possível – e isso leva tempo de análise e planejamento. Por isso, sempre damos um passo de cada vez. Sendo assim, se podemos ter novas modalidades no futuro? Podemos, sim.  Mas, a prioridade no momento é a de estruturar o nosso time de Free Fire para que os jogadores possam realizar o sonho deles, atingir suas metas, além de manter o alto nível que já temos no League of Legends”, finalizou.