Share Button

Imagem: Divulgação

Hearthstone, card game da Blizzard com os personagens do universo de Warcraft, acaba de receber a sua 12ª expansão. Intitulada Salvadores de Uldum, é a segunda expansão desta temporada, do Ano do Dragão, e está recheada de novidades.

As Missões Lendárias, cards que exigem cumprir uma tarefa durante a partida para se transformarem em recompensa, estão de volta. Há também a nova mecânica Renascer (lacaios que voltam à vida após morrerem) e mais de uma centena de cards para as nove classes do jogo.

Separamos dez cards poderosos, um de cada classe e mais um neutro, que têm potencial de mudar o meta e, provavelmente, serão os protagonistas nessas primeiras semanas de expansão:

Hiena Alfa 

O Caçador recebeu bons cards nessa expansão, para alegria dos fãs desta classe. A Hiena Alfa é um bom exemplo e deve entrar sem cerimônias no arquétipo do Caçador Segredo.

O Grito de Guerra desse lacaio tem sinergia óbvia com os cards do tipo Segredo, mas mostra mesmo seu valor quando ativa a Armadilha de Cobras. O resultado de uma boa curva será um campo repleto de feras agressivas já no turno 4. Com certeza um dos melhores cards da expansão.

Hiena Alfa. Imagem: Divulgação

Gnomida de Jardim

A classe Druida recebeu diversos cards interessantes e com bom potencial. A Gnomida de Jardim é um deles: com a condição fácil de ter um feitiço de custo 5 ou mais na mão, consegue gerar 6/7 em valor com seus dois Arvorosos. Tudo isso ao singelo custo de 4 de mana.

Os decks que vão acomodar esse lacaio ainda serão testados, mas já dá para dizer que quem consegui-la nos pacotes vai ficar feliz.

Gnomida de Jardim. Imagem: Divulgação

Recrutadora da MAL

Os Bruxos devem ver a volta de um dos seus principais arquétipos, o Bruxo Zoo. Um dos principais motivos para isso é esse card aqui, a Recrutadora da MAL.

Com o custo ridiculamente baixo, de 3 de mana, ela pode inverter totalmente o tempo do jogo ao evocar um demônio 5/5. O valor do card é enorme e sua sinergia com os lacaios do arquétipo Zoo devem fazer dele um dos mais procurados nessas primeiras semanas.

Recrutadora da MAL. Imagem: Divulgação

Vessina

A Vessina é somente um dos cards poderosos que a classe Xamã recebeu. A Missão Lendária dessa classe, inclusive, deve ser a mais utilizada da expansão. A Vessina fortalece ainda mais um deck que já era uma potência do meta, o Xamã Sobrecarga.

Se você já jogou com, ou contra este arquétipo, deve conhecer o poder do Pacto de Sangue, que melhora o ataque dos lacaios em campo. A Vessina é a substituta deste card, garantindo o mesmo bônus em troca de uma simples sobrecarga, mas com uma versatilidade maior por ser um lacaio e não um feitiço. Olho nela nesse início de expansão.

Vessina. Imagem: Divulgação

Serviçal Assustado

O Guerreiro também não tem do que reclamar. Receberam vários cards promissores, incluindo o Serviçal Assustado.

Trata-se de uma versão mais barata do Defensor da Colina, com o mesmo texto, mas que custa um a menos de mana e é exclusiva da classe Guerreiro.

Pelo seu potencial e valor, deve entrar nos arquétipos de controle, bomba, tempo e o que mais você conseguir imaginar.

Serviçal Assustado. Imagem: Divulgação

Micromúmia

A classe Paladino não saiu tanto do lugar com seus novos cards. A sensação que fica é a de que uma semente foi plantada e que com novas expansões no futuro, os cards lançados agora tenham mais relevância, especialmente sua Missão Lendária.

Um card que dá para destacar é a Micromúmia, que deve mostrar valor em algumas composições com a nova missão. De qualquer forma, é preciso sorte no ‘mulligan’ e outros cards para fazer ela funcionar, o que geralmente não é o ideal.

Micromúmia. Imagem: Divulgação

Assalto ao Bazar

O Assalto ao Bazar é a Missão Lendária que garante uma das melhores recompensas para esse tipo de card. As Lâminas Ancestrais são uma arma com bom corpo, ⅔, e garantem imunidade ao herói na hora de atacar.

A condição para a ativação desta missão também é bem tranquila para os Ladinos, mas fica uma pergunta no ar: após a ativação das Lâminas Ancestrais, o que sobra no campo e de mana para dominar o tempo do jogo?

Assalto ao Bazar. Imagem: Divulgação

Príncipe das Nuvens

Os cards que os Magos receberam não são modificadores de meta, mas devem agregar bem nos seus conjuntos já existentes. Um exemplo é o Príncipe das Nuvens, que vai encaixar como uma luva no Mago Segredo.

A explicação é bem simples: seu texto tem o mesmo efeito da Bola de Fogo, que custa quatro de mana, por um de mana a mais, você leva um lacaio com corpo 4/4. Forte e eficiente no que propõe.

Príncipe das Nuvens. Imagem: Divulgação

Mentor Astral

Para finalizar as classes falta o Sacerdote, que recebeu vários cards poderosos, incluindo a sua Missão Lendária, que é facilmente ativada e oferece boa recompensa. Nosso destaque fica para a simples Penitência.

Esse feitiço de custo dois tem um valor incrível, especialmente se combinados com outros lacaios poderosos da classe que tenham sinergia com esse tipo de card. Uma remoção barata e efetiva é sempre muito poderosa, especialmente quando exclusiva de uma classe.

Mentor Astral. Imagem: Divulgação

Siamat

Para finalizar com chave de ouro, escolhemos o que será provavelmente o card mais poderoso da expansão. O Siamat está sendo apelidado de novo Zilliax, já que é extremamente versátil e do conjunto dos neutros.

Por conta do texto, que deixa escolher os efeitos que serão aplicados, ele pode desempenhar diversos papéis diferentes em um arquétipo. Some-se a isso o poder de fogo dos seus atributos e o custo de mana não tão absurdo e você tem o card mais desejado da expansão.

Siamat. Imagem: Divulgação